Frederico Curado

  • Nome Completo: Frederico Pinheiro Fleury Curado
  • Data de Nascimento: 1961
  • Local de Nascimento: Rio de Janeiro, Brasil
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Engenheiro mecânico
  • Ocupação: Executivo
  • Redes Sociais:

Quem é Frederico Curado

Frederico Pinheiro Fleury Curado é o atual presidente do grupo Ultra, que atua nos setores de distribuição de combustíveis.

Entre 2007 e 2016, Frederico Pinheiro Fleury Curado foi o presidente da Embraer – conglomerado brasileiro especializado na fabricação de aviões.

Carioca, Frederico é formado em engenharia mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

É também pós-graduado em comércio exterior pela Fundação Getúlio Vargas e MBA em administração de empresas pela Universidade de São Paulo (USP).

Trajetória de Frederico Curado

Frederico Curado

Frederico Curado nasceu no Rio de Janeiro, em 1961.

É formado em engenharia mecânica pelo ITA, pós-graduado em comércio exterior pela Fundação Getúlio Vargas e MBA em administração de empresas pela USP.

Passou quase toda a vida profissional na Embraer: dos 32 anos que esteve na empresa de aviação, 22 foram em cargos na diretoria.

O posto de presidente foi alcançado em 2007.

Com Frederico Curado como CEO, a Embraer deixou de ser a quarta e passou a ser a terceira maior empresa do ramo no mundo.

A crise econômica de 2008 atingiu em cheio o setor de aviação, com a queda nas vendas de jatos executivos.

Uma das medidas adotadas na empresa para conter a crise foi demitir alguns milhares de funcionários. A ação levou Curado à Brasília para dar satisfação ao ex-Presidente Lula.

Saiu de lá com a garantia de que a aeronáutica investiria no desenvolvimento do cargueiro KC-390.

As realizações conquistadas nas mais de três décadas na Embraer renderam a Frederico Curado, em 2012, o prêmio Tony Jannus, que reconhece os expoentes da área de aviação.

Em 2016, uma crise atingiu a Embraer: a empresa se envolveu em um escândalo internacional de corrupção.

Na época, a companhia reconheceu que pagou propina de US$ 5,97 milhões para funcionários da República Dominicana, da Arábia Saudita e de Moçambique.

De acordo com as informações, o dinheiro foi dividido para contratos de compra e venda de aeronaves em 2007, 2008 e 2010.

Em março de 2016, o jornal norte-americano The Wall Street Journal fez uma reportagem sobre o tema e afirmou que membros da diretoria da Embraer, incluindo Frederico Curado, autorizaram o pagamento de propinas no contrato da República Dominicana.

Depois do escândalo, Frederico Pinheiro Fleury Curado deixou a presidência da Embraer. A empresa diz que a troca já estava prevista.

Entretanto, no período da transição, diversos veículos alegaram que a notícia pegou todos de surpresa e que havia sido repentina.

Curado foi substituído por Paulo César de Souza e Silva.

Em junho de 2017, o conselho de administração do grupo Ultra confirmou o nome de Frederico para a presidência do grupo.

A novidade veio após Thilo Mannhardt, então CEO da empresa, ter externado a intenção de não renovar o contrato com a companhia.

O grupo Ultra é dono de negócios como os postos de gasolina Ipiranga, a distribuidora de gás domiciliar Ultragaz e da rede de farmácias Extrafarma.

Entre os desafios de Frederico Curado no Ultra está manter a companhia na curva de crescimento que já experimenta há anos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Frederico Curado