Edson de Godoy Bueno

  • Nome Completo: Edson de Godoy Bueno
  • Data de Nascimento: 22 de agosto de 1943
  • Local de Nascimento: Guarantã, São Paulo, Brasil
  • Data de Falecimento: 14 de fevereiro de 2017
  • Filhos: 2
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Médico
  • Redes Sociais:

Quem é Edson de Godoy Bueno

Edson de Godoy Bueno foi o empresário responsável pela criação da Amil, a maior operadora de plano de saúde do Brasil, em 1978. Começou a carreira como médico e na infância trabalhou vende frutas de porta a porta.

Embora tenha vendido a Amil em 2012 para o grupo norte-americano UnitedHealth Group, também focado em oferecer serviços relacionados à saúde, Edson de Godoy Bueno se manteve no posto de presidente até 2016.

Bueno faleceu em fevereiro de 2017, vítima de um infarto, enquanto jogava uma partida de tênis, na cidade de Búzios (Rio de Janeiro).

Trajetória de Edson de Godoy Bueno

Edson de Godoy Bueno

Filho de um engraxate e de uma dona de casa, Edson de Godoy Bueno nasceu na cidade de Guarantã, no interior de São Paulo.

Começou a trabalhar ainda pequeno vendendo frutas de porta em porta na cidade, até que também se tornou engraxate.

Edson perdeu o pai cedo e mudou de vida após um acidente enquanto brincava em um armazém carregado de sacos de algodão.

Depois de uma queda, ficou desacordado e, após recuperar o juízo, cuidado pelo único médico que atuava em sua cidade, resolveu que exerceria a profissão.

De um aluno não aplicado, passou a ser estudioso, até que ingressou em medicina na Faculdade de Medicina da Praia Vermelha – posteriormente incorporada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Antes de concluir o curso, foi trabalhar na Casa de Saúde São José, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (Rio de Janeiro).

Tornou-se sócio do local e, antes de completar a residência em cirurgia-geral, em 1971, já era dono do hospital.

Quando assumiu a clínica, o estabelecimento estava cheio de dívidas.

Para sanar, ele passou a morar no local e, sem verba, foi criando artimanhas para recuperar as finanças.

Para atrair mais clientes, investiu em uma Kombi que buscava e levava mães e os filhos recém-nascidos até suas casas.

Além disso, oferecia aos pacientes e acompanhantes da clínica refrigerante e pão com mortadela.

Ao lado de outros amigos, também médicos, criou em 1976 uma rede para administrar três hospitais.

A inspiração para a Amil veio após Edson de Godoy Bueno observar o balanço do grupo Golden Cross, que vendia planos de saúde.

Em 1978, ao lado dos companheiros de profissão, criaram a Amil Assistência Médica Internacional.

A Amil se tornou uma gigante na indústria de venda de assistência médica.

No final de 2012, ele liderou a venda da Amil para o grupo dos Estados Unidos United Health. O negócio foi fechado em R$ 10 bilhões.

Foi então que, com parte do que recebeu, assumiu a Diagnósticos da América (Dasa) – a maior rede de laboratórios do gênero da América Latina. A Dasa é controlada por seu filho, Pedro de Godoy Bueno.

Mesmo com a venda da Amil, Bueno continuou como principal acionista individual do grupo e membro do conselho de administração.

Além das funções na Amil, era também vice-presidente da Federação Nacional de Saúde Suplementar e presidente do Conselho Diretor do Instituto de Estudos em Saúde Suplementar.

Tido no mercado como workaholic, Edson dormia por volta de quatro horas por noite. Para gerenciar tantos negócios, ele investiu em estudos.

Fez quatro cursos focados em administração – três deles na Universidade de Harvard.

Edson de Godoy Bueno foi vítima de um infarto fulminante aos 73 anos. Ele deixou um patrimônio estimado em R$ 3,1 bilhões, de acordo com a Forbes.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Edson de Godoy Bueno