Carl Icahn

  • Nome Completo: Carl Celian Icahn
  • Data de Nascimento: 16/02/1936
  • Local de Nascimento: Nova Iorque, Estados Unidos
  • Filhos: 2
  • Idade: 82
  • Nacionalidade: Estadunidense
  • Formação: Filosofia
  • Ocupação: Diretor da Icahn Enterprises
  • Fortuna: US$ 19,5 bilhões
  • Conhecido como: Carl Icahn
  • Estado Civil: Casado
  • Site Oficial: https://www.ielp.com/
  • Redes Sociais:

Quem é Carl Icahn

Carl Icahn é um dos grandes investidores de sucesso da bolsa de valores. O empresário é fundador e acionista controlador da holding Icahn Enterprises, L.P. . O início de seu destaque no ramo começa na década de 80, época em que ganhou a marca de ser um “investidor corporativo” após suas ações com a companhia área estadunidense, Trans World Airlines – TWA.

A figura de Carl Icahn ganhou destaque mundial na eleição presidencial de 2016 dos Estados Unidos, Carl fez parte da chapa do presidente eleito Donald Trump. Parceria que durou pouco tempo, em 2017 ele deixou o cargo por desavenças e conflitos de interesses.

O empresário também está entre as pessoas mais ricas do mundo segundo a revista Forbes. Com uma fortuna estimada de 19,5 bilhões de dólares, Carl é o 73ª homem mais rico do mundo.

Carl Icahn tem formação em filosofia. O executivo também cursou dois anos de medicina e fez parte do exército dos Estados Unidos.

Sua entrada no mercado financeiro aconteceu em 1961, como corretor.

Em 1978, Icahn começou a direcionar suas ações para assumir o controle de empresas individuais.

Na década de 80 ele ganhou a reputação de “invasor corporativo” após sua aquisição hostil na compra da TWA.

Algo que ganhou ainda mais evidência após a retirada de ativos do grupo, o que resultou na empresa uma dívida que passava da casa dos 500 milhões de dólares.

Em 1987, Carl lançou o fundo de investimentos Icahn Enterprises, aproveitando a estrutura da holding American Real Estate Partners.

Seguindo uma linha agressiva, semelhante à da aquisição da TWA, Icahn ganhou renome e força no mercado na década de 90.

Icahn realizou a diversificação de seus investimentos para novos setores nos anos 2000.

Pelo seu estilo impositivo, o investidor tem uma trajetória longa de disputas judiciais.

Um dos casos mais famosos é sua briga na justiça com o investidor Bill Ackman, fato referente a Hallwood Realty.

A breve trajetória do megainvestidor Carl Icahn na política também foi cercada de polêmicas e desentendimentos.

Carreira de Carl Icahn

Carl Icahn

Carl Celian Icahn nasceu na cidade de Nova Iorque, em 16 de fevereiro de 1936.

Icahn cresceu como uma criança de classe média no bairro Queens. Seu pai era advogado e sua mãe professora.

Em 1957, Carl se formou em filosofia pela Universidade de Princeton.

Na sequência ingressou no curso de medicina pela Universidade de Nova York, porém permaneceu apenas dois anos no estudando a área.

O jovem se alistou para reserva militar em 1959.

Dois anos mais tarde, com 25 anos, Icahn se tornou corretor na bolsa de valores. Sete anos depois, em 1968, o investidor criou a Icahn & Co.

Na aquisição da TWA, em 1985, ele ganhou destaque no mercado. Suas ações como controlador da empresa marcaram traços da carreira do investidor.

A Icahn Enterprises surge em 1987. Sua criação é resultado de uma maior diversificação de investimentos de Carl no mercado financeiro.

No início da década de 90 o investidor criou a lowestfares.com.

Com o valor recebido ele comprou parte da Global Leisure Travel de Ramy El-Batrawi.

No século XXI Carl diversificou o portfólio de ações da Enterprise.

Seu modelo agressivo e – para parte do mercado – discutível fez com que conseguisse ações de empresas do porte de Texaco, Time Warner, Motorola, Herbalife, entre outras.

Em 2016, foi escolhido para ser o assessor de Donald Trump nas questões ligadas à reforma regulatória. Ambos já possuíam relação anterior, especificamente nos negócios.

Carl terminou sua trajetória no governo de forma breve. Sua imagem ficou arranhada após ser acusado de se beneficiar da posição ocupada em prol de seus negócios particulares.

No início de 2018, Carl Icahn ganhou destaque na mídia após afirmar que Bitcoin e outras criptomoedas são “ridículas”, na entrevista para CNBC ele se colocou como “velho demais” para fazer este tipo de investimento.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Carl Icahn