André Lara Resende

  • Nome Completo: André Pinheiro de Lara Resende
  • Data de Nascimento: 24/04/1951
  • Local de Nascimento: Rio de Janeiro, Brasil
  • Idade: 67
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Economista
  • Ocupação: Consultor
  • Conhecido como: André Lara Resende
  • Estado Civil: Casado
  • Redes Sociais:

Quem é André Lara Resende

André Lara Resende é um economista brasileiro conhecido por sua carreira em instituições financeiras, sendo que foi diretor do Banco Central do Brasil – Bacen e presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

André Lara Resende também ficou conhecido por fazer parte do grupo de fundadores do Banco Matrix.

Formado em economia, Resende é um dos profissionais mais influentes de sua geração.

Ao longo de sua carreira, André Lara atuou no conselho de diversas empresas. O economista também se caracterizou por sua trajetória como banqueiro.

Contudo, seu período como diretor do Banco Central e presidente do BNDES são os que colocaram seu nome em evidência, além de sua participação no Plano Cruzado e Plano Real.

Em 2006, Resende foi escolhido pela Ordem dos Economistas do Brasil o “Economista do Ano”.

Trajetória de André Lara Resende

André Lara Resende

André Pinheiro de Lara Resende nasceu no dia 24 de abril de 1951, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil.

Filho do jornalista Otto Lara Resende com Helena Pinheiro Guimarães, que é neta do político Israel Pinheiro.

Resende cresceu na cidade do Rio de Janeiro. Após terminar o colegial, ingressou na faculdade de economia da Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), curso no qual se graduou em 1973.

Entre 1973 e 1975, André Lara realizou pós-graduação na área econômica pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV-RJ). Ainda no campo acadêmico, o estudioso concluiu seu Ph.D, em 1979, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

No final da década de 70, retornando ao Brasil após concluir seu doutorado, Resende iniciou sua carreira como professor de economia dando aulas na PUC-RJ. Ele permaneceu lecionando na instituição carioca por quase uma década.

Durante a década de 80, André Lara também começou sua trajetória de banqueiro. Em 1980, o economista assumiu a função de sócio e diretor administrativo do Banco de Investimentos Garantia.

Uma das primeiras instituições de investimentos do país e que teve como um dos principais sócios o empresário e bilionário Jorge Paulo Lemann.

No Garantia, Resende permaneceu até 1985. No período, o empresário também ocupou o cargo de diretor externo da Companhia de Ferro Brasileiro.

Entre 1985 e 1986, o economista trabalhou no Conselho de Administração do Banco Central. Junto com Pérsio Árida, com quem havia estudado na época da graduação, elaboraram planos para reverter o cenário econômica caótico deixado pelo período da Ditadura militar, além do planejamento sobre o Plano Cruzado.

Em 1987, após deixar sua função no BC, retornou na função diretor para o Banco Garantia, cargo que permaneceu por cerca de um ano. Também em 1987, o economista foi contratado como diretor externo das Lojas Americanas, posição que ocupou até 1989.

Após deixar sua função nas Lojas Americanas, André Lara se tornou diretor executivo do Brasil Warrant Administração de Bens e Empresas. Na época o economista começou a fazer parte do Conselho do Unibanco, posição que esteve até 1993.

Em 1990, Resende começou a integrar o conselho do The Capital Group, cargo que ocupou por sete anos.

No ano de 1993, junto de Luiz Carlos Mendonça de Barros, André Lara se tornou um dos fundadores do Banco Matrix. Se afastando do grupo no início de 1995, para assumir cargo no governo FHC.

Durante a primeira década dos anos 2000, Resende seguiu trabalhando, principalmente, integrando o conselho de grandes empresas, como a Gerdau S.A e as Faculdade IBMEC

Carreira no Estado de André Lara Resende

André Lara Resende

Durante a década de 80, André Lara chegou a trabalhar em funções do governo, contudo foram nos anos 90 em que ele ganhou destaque no meio.

Em 1993, o então Presidente da República, Itamar Franco, nomeou Resende para o cargo de negociador-chefe da dívida externa nacional.

Dois anos depois, em 1995, FHC assumiu a presidência do Brasil, na ocasião o político levou André Lara para ser assessor especial da presidência. Ainda naquele ano, André Lara fez parte da equipe que implementou o Plano Real, programa que estava em processo de transição desde o último ano do governo de Itamar Franco.

Em abril de 1998, Resende foi nomeado para presidência do BNDES, contudo permaneceu apenas sete meses na posição.

Após o “escândalo dos grampos do BNDES” ser divulgado, tanto ele como Mendonça de Barros, seu antecessor na instituição financeira e ministro das Comunicações na época, tiveram que deixar seus cargos.

Em 2009, a Justiça Federal inocentou André Lara.

Mesmo com este caso, André Lara Resende segue como um dos economistas mais influentes de sua geração, principalmente por ter feito parte da equipe de implementação do Plano Real. Para entender sobre a processo que envolveu a criação do Plano Real, leia o artigo da Suno sobre o assunto.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Deixe sua opinião sobre André Lara Resende

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores

CORONAVÍRUS, PETRÓLEO, ECONOMIA E INVESTIMENTOS. VOCÊ JÁ SABE O QUE FAZER?​