XP inc. aumenta de 148% lucro líquido no 2T20

XP inc. aumenta de 148% lucro líquido no 2T20
XP troca todas as cinco ações na carteira recomendada semanal “Top Picks”

A XP Inc. (Nasdaq: XP) divulgou nesta terça-feira (11) seus resultados do segundo trimestre de 2020. O lucro líquido ajustado da corretora brasileira cotada em Nova York chegou a R$ 565 milhões, um aumento de 148% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando tinha sido de R$ 228 milhões. Em relação aos primeiros três meses do ano, esse valor aumentou de 36%.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A receita bruta da XP Inc. foi de R$ 2,041 bilhões, em aumento de 65% em relação ao mesmo período do ano passado, quando tinha sido de R$ 1,236 bilhão. O aumento foi de 10% em relação ao primeiro trimestre de 2020, quando esse valor tinha sido de R$ 1,856 bilhão.

A parte de varejo foi responsável por R$ 1,475 bilhão, contra R$ 1,236 bilhão do segundo trimestre de 2019, registrando um crescimento de 65% no período. Em relação ao primeiro trimestre do ano, quando esse valor tinha sido de R$ 1,856 bilhão, o crescimento do segmento foi de 10%.


Por sua vez, as receitas do segmento institucional foram de R$ 333 milhões, em crescimento de 88% em relação aos R$ 177 milhões registrados no mesmo período de 2019.

O valor obtido através das comissões de corretagem foi de R$ 543 milhões, em crescimento de 82% contra os R$ 298 milhões registrados no mesmo período de 2019.

A receita líquida foi de R$ 1,921 bilhão, contra os R$ 1,147 bilhão do mesmo período de 2019, um crescimento de 68%, e com um crescimento de 11% em relação ao mesmo período de 2019, quando tinha sido de R$ 1,735 bilhão.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 663 milhões, em crescimento de 85% em relação aos R$ 358 milhões do segundo trimestre do ano passado. Por sua vez, a margem EBITDA foi de 34,5% entre março e junho, contra 31,2% no mesmo período do ano passado e de 32,7% entre janeiro e março.

XP fala de “resultados extraordinários”

“Chegamos ao final de um semestre muito desafiador, mas com a sensação de “missão cumprida””, escreveu a corretora na divulgação de seus resultados, salientando como mesmo com a crise provocada pelo coronavírus foi possível alcançar “resultados extraordinários”.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Os ativos sob custódia da XP passaram de R$ 274 bilhões no segundo trimestre de 2019 para R$ 436 bilhões no segundo trimestre de 2020, crescendo 59%. Na comparação com o primeiro trimestre do ano, quando os ativos sob gestão tinham sido de R$ 366 bilhões, esse aumento foi de 19%.

Saiba mais: Ibovespa: XP revisa projeção de 112 mil para 115 mil pontos no fim do ano

Os clientes ativos da XP foram 2,36 milhões entre maio e junho, contra 1,3 milhão no mesmo período do ano passado, com um crescimento de 81%, e 2,03 milhões entre janeiro e março de 2020, registrando um crescimento de 16%.

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião