Negócios

Wiz (WIZS3) aumenta lucro líquido em 21,3% em 2019, para R$ 223,7 mi

0

A Wiz (WIZS3) divulgou, na última quinta-feira (21), o seu balanço referente a 2019. No acumulado anual, a companhia teve um lucro líquido de R$ 223,7 milhões, uma alta de 21,3% frente a 2018.

Apenas no último trimestre do ano passado, a Wiz lucrou R$ 50,7 milhões, enquanto no mesmo período de 2018 a empresa apresentou um lucro de R$ 49,6 milhões, uma diferença de 2,3%.

A Margem Líquida no quarto trimestre caiu 4,5%, de 32,1% para 27,7%. No entanto, no acumulado do ano, o indicador de 2019 é 1,3% maior que 2018, atingindo 32,8%.

A Receita Líquida, no quarto trimestre, chegou a R$ 183,2 milhões frente a R$ 154,2 milhões, um crescimento de 18,8%. No ano, a alta foi um pouco menor, de 16,6%, saindo de R$ 585 milhões, em 2018, para R$ 681,9 milhões, em 2019.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 25,1% em 2019, quando atingiu R$ 395,2 milhões, frente a 2018. Na comparação de trimestre para trimestre, o crescimento foi de 22,9%, saindo de R$ 104 milhões para 84,6% milhões.

A empresa justifica o aumento do Ebitda pelo aumento da receita bruta no período e por um melhor resultado na linha “Outras Receitas/Despesas”, sendo parcialmente compensados pelo aumento nos custos e despesas.

A Margem Ebitda Ajustada, em 2019, foi de 56%, enquanto em 2018 foi de 55,3%. No intervalo entre outubro e dezembro do ano passado, esse indicador foi levemente maior, de 56,8%.

Saiba mais: Wiz anuncia a compra da Barigui Corretora de Seguros

Segundo a administração, a companhia alcançou “o melhor desempenho dos nossos 46 anos e nos colocamos em condições de dar continuidade a mais um importante ciclo de expansão da nossa companhia”.

“Estruturamos nossa estratégia de crescimento inorgânico que envolve identificar oportunidades em canais de distribuição para atuação em um modelo B2B2B e B2B2C“, assinou a nota Heverton Peixoto, CEO.

Nesta sexta-feira (21), próximo das 12h, as ações da Wiz apresentavam uma queda de 3,30%, sendo negociadas a R$ 14,94. Nos últimos 12 meses, os papéis já valorizaram cerca de 120%.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.