Wells Fargo registra prejuízo de US$ 2,4 bi no 2T20

Wells Fargo registra prejuízo de US$ 2,4 bi no 2T20
O Wells Fargo demitiu mais de 100 empregados por abuso de auxílio dos EUA para a pandemia, segundo a Bloomberg

O Wells Fargo, banco norte-americano, registrou prejuízo de US$ 2,4 bilhões ( cerca de R$ 13 bilhões) no segundo trimestre de 2020. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (14).

Esse prejuízo do Wells Fargo é correspondente a US$ 0,66 por ação. A instituição financeira reservou US$ 9,5 bilhões para cobrir possíveis perdas com empréstimos por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Em comparação com o mesmo período no ano passado, o banco havia registrado lucro de US$ 6,2 bilhões, equivalente a US$ 1,30 por ação.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Wells Fargo deve cortar empregos e tomar empréstimo para reduzir custos

O Wells Fargo está tomando medidas para cortar os custos operacionais e os risco de empréstimo à medida que a crise do novo coronavírus se alonga. As informações foram anunciadas na última segunda-feira (13).

O movimento da companhia fica à frente do que alguns analistas estimam que possa ser o primeiro prejuízo trimestral em mais de uma década. O Wells Fargo vem sofrendo forte pressão para reduzir os custos e os executivos têm planos, por sua vez, para diminuir o número de funcionários, disseram fontes à “Bloomberg”.

Nesse sentido, instituição se prepara para cortar dezenas de milhares de postos de trabalho a partir deste ano. O banco foi um dos principais financiadores dos Estados Unidos que se comprometeram, em março, a interromper os cortes planejados e preservar empregos. O compromisso foi realizado em meio às agitações das economias em todo o mundo pela pandemia da covid-19.

Entretanto, embora alguns credores, como o Goldman Sachs, mantenham essa moratória de cortes até o final do ano, ainda não está claro se a Wells Fargo irá estender seu congelamento que expira este mês.

Saiba Mais: Wells Fargo deve cortar empregos e tomar empréstimo para reduzir custos

Além disso, o banco está reforçando os requisitos para o refinanciamento de determinadas hipotecas. Desse modo, o Wells Fargo exige que novos clientes que desejarem refinanciar uma hipoteca jumbo possam trazer pelo menos US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,35 milhões) em saldos, quatro vezes mais do que o requisito anterior de US$ 250 mil, segundo disseram à rede “CNBC” pessoas familiarizadas com o assunto.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião