Warren Buffett reduz posição em bancos dos EUA, mas aposta no ouro

Warren Buffett reduz posição em bancos dos EUA, mas aposta no ouro
Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, compra ações em sigilo, segundo documento da SEC

A empresa de Warren Buffett, Berkshire Hathaway, decidiu mudar seus investimentos, vendendo suas ações de bancos norte-americanos e aumentando aexposição ao ouro, metal que ganhou notoriedade no mercado financeiro durante a pandemia do coronavírus (covid-19).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A Berkshire Hathaway reduziu significativamente suas participações no JPMorgan Chase & Co. e Wells Fargo & Co. durante o segundo trimestre de 2020, de acordo com um documento regulatório divulgado na última sexta-feira (14). A participação da empresa no Goldman Sachs Group Inc. e sua aposta no PNC Financial Services Group Inc. foi reduzida. Mas a Berkshire não está desistindo dos bancos, em vez disso, passou as últimas semanas construindo ainda mais sua participação no Bank of America Corp.

A volatilidade registrada no mercado acionário no segundo trimestre do ano é consistente com a perspectiva “extremamente cautelosa” de Buffett, disse David Kass, professor de finanças da Universidade de Maryland, em uma entrevista ao jornal Bloomberg. “Ele está mostrando extrema cautela ao basicamente diminuir seus principais investimentos bancários, exceto o Bank of America.”

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Em troca, a Berkshire adquiriu uma nova participação, avaliada em cerca de US$ 564 milhões (cerca de R$ 3,09 bilhões), na Barrick Gold, uma mineradora de ouro. Embora o processo revele as participações supervisionadas por Buffett, bem como por seus representantes Todd Combs e TedWeschler,  a medida marca uma drástica mudança no portfólio de Warren Buffett, que em outros momentos já havia expressado desprezo pelo metal.

Buffett, presidente e CEO da Berkshire, já criticou investidores que optaram por apostar em ouro em vez de ações por temor de déficits orçamentários federais descontrolados. “O metal mágico não era páreo para a coragem americana”, disse Buffett em sua carta anual aos acionistas, divulgada em 2019.

Kass chamou o investimento na empresa Barrick de “o maior choque” presente no documento de sexta-feira e sugeriu que o tamanho significa que poderia ser uma participação feita por Combs ou Weschler.

Saiba mais: Warren Buffett compra mais de US$ 800 mi em ações do BofA

“Ainda assim, você pensaria que eles compartilhariam a filosofia cética de Warren Buffett de investir em ouro, que ele expressou em várias reuniões anuais, bem como em suas cartas aos acionistas”, disse Kass. “No entanto, isso de repente aparece em seu portfólio, quase como uma proteção contra possíveis tempos difíceis.”

Daniel Guimarães

Compartilhe sua opinião