Negócios

Vulcabras Azaleia registra lucro líquido de R$ 41,8 milhões no 3t19

0

A dona da Azaleia e da Olympikus, Vulcabras, registrou lucro líquido de R$ 41,8 milhões no terceiro trimestre de 2019. O valor significa uma alta de 5,8% em relação ao igual período de 2018. De acordo com a empresa, eventualidades que não acontecem usualmente tiveram grande influência sobre o resultado da companhia em R$ 4 milhões. O comunicado ao mercado, junto ao balanço, foi feito na noite da última segunda-feira (4).

Sem os eventos não recorrentes, o lucro líquido da empresa seria de R$ 37,8 milhões no trimestre. A receita líquida da Vulcabras ficou em R$ 359,4 milhões, um avanço de 11,6% na comparação anual. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou em R$ 64,6 milhões, um crescimento de 17,7%, com margem de 18%. A receita líquida foi de R$ 359,4 milhões, alta de 11,6% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O presidente da empresa, Pedro Bartelle, salientou que o resultado se mostra expressivo, “considerando que não houve a retomada econômica aguardada pelo mercado”.

Veja também: Telefónica da Espanha reverte lucro e registra prejuízo de 443 milhões de euros

Ademais, Bartelle destacou que “diante das dificuldades impostas pelo acirrado cenário competitivo do varejo, a empresa executou um planejamento focado no desenvolvimento de novos produtos, tendo como um dos pilares principais a inovação”.

Under Armour

Por outro lado, a Under Armour, marca que é operada pela Vulcabras no Brasil, está enfrentando uma investigação federal e registrou queda de receita pela quinta vez consecutiva na América do Norte. Vale ressaltar que a região é o maior mercado da marca no mundo. A empresa informou que a receita de calçados teve queda de 12% e o consumidor direto diminui em 1%.

Neste ano a Under Armour passa por um processo de reestruturação, com cortes de empregos, redução de níveis de estoque e diminuição de promoções. A ideia da marca era se restabelecer como uma empresa premium de sportswear. No Brasil, no segundo trimestre, a marca teve grande importância no balanço da Vulcabras.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.