Vinci Partners fecha joint venture com empresa de galpões logísticos

Vinci Partners fecha joint venture com empresa de galpões logísticos
Vinci Partners fecha joint venture com empresa de galpões logísticos

A empresa brasileira de fundos de investimentos, Vinci Partners, anunciou nesta quinta-feira (24) ter assinado um acordo de joint venture com a Fulwood Condomínios Logísticos, empresa de desenvolvimento de galpões, com a finalidade de gerar até R$ 1 bilhão em projetos.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A joint venture prevê que os investimentos se darão através da captação de um novo FII com foco em projetos de alta qualidade, do tipo “AAA”, nos principais centros logísticos do Brasil. Ao passo que o fundo, com estratégia de ganho de capital, será voltado para investidores locais e offshore, informou a empresa por meio de um comunicado.

Segundo a Vinci Partners, até o momento, são cinco imóveis no pipeline, somando mais de 400 mil m2 de área bruta locável (ABL).

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

“O segmento, que foi um dos mais resilientes durante a crise decorrente da pandemia de Covid-19, passou por uma relevante aceleração em seu crescimento e apresenta enorme potencial, diante da baixa penetração do e-commerce nas vendas de varejo do país, quando comparada aos demais países”, revelou a empresa em nota.

Vale ressaltar que o acordo de joint venture não representa a primeira vez que as empresas negociam, afinal desde 2018 as duas já trabalham juntas, sendo o investimento da Vinci Partners os primeiros ativos desenvolvidos pela Fulwood, através do FII Vinci Logística (VILG11), que possui locatários como Magazine Luiza (MGLU3) e Netshoes, tendo um portfólio de mais de 750 mil m² de área construída, com galpões localizados nas regiões de São Paulo e Minas Gerais.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião