Internacional

Venezuela: inflação desacelera no mês de maio e atinge 815.194%

0

Conforme a informação da Comissão de Finanças do Legislativo, a inflação na Venezuela desacelerou no mês de maio em comparação com o mês anterior. O índice registrou 31,3%, e o indicador anual alcançou 815.194%.

Durante os quatro primeiros meses do ano, a inflação média da Venezuela permaneceu em 905,6%. A projeção do Fundo Monetário Internacional (FMI) é de que a inflação do país alcance 10 milhões por cento até o fim deste ano.

“As condições que levaram à hiperinflação se mantêm”, disse o membro da comissão, Ángel Alvarado. O comitê ressaltou que o custo de vida no mês de abril havia aumentado 44,7%.

Inflação

Conforme o Banco Central da Venezuela (BCV), o país registrou uma inflação de 130,060% em 2018 e uma retração econômica de 47,6% entre 2013 e 2018. Os dados divulgados pelo banco, no dia 28 de maio, não correspondem aos dados divulgados pelo FMI de 1.370.000%.

Saiba Mais: Venezuela teve inflação de 130.060% em 2018 e retração na economia

Conforme o BCV a inflação registrou:

  • 2016 –  274,4%;
  • 2017 –  862,6%;
  • 2018 –  130.060,2.

Conforme a última estimativa do FMI, a inflação do país venezuelano poderá chegar a 10.000.000% e o desemprego deve ultrapassar a casa dos 45% em 2019.

Expectativa para América Latina

Conforme a expectativa de crescimento feita pelo FMI, a América Latina sofre reduções, e um dos motivos é o país venezuelano. Conforme a economista-chefe do FMI, Gita Gopinath, a economia global continua a crescer a um ritmo razoável, entretanto, há vários risco de piora.

Saiba Mais: FMI corta estimativa de crescimento do PIB global de 3,5% para 3,3%

Para América Latina, houve uma redução expressiva no crescimento para 2019, de 2% para 1,4%. O Brasil teve sua projeção baixa pelo FMI de 2,5% para 2,1% e as questões políticas mexicanas que fizeram o México passar de 2,1% para 1,6%. Por sua vez, para a Venezuela, o FMI estima uma redução de 25% neste ano e mais 10% em 2020.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.