Vale (VALE3) tem produção sólida, mas vendas decepcionam, avalia Goldman

Vale (VALE3) tem produção sólida, mas vendas decepcionam, avalia Goldman
O Goldman Sachs considerou que a Vale apresentou uma produção sólida no 3º trimestre, mas as vendas deixaram a desejar

O grupo financeiro norte-americano Goldman Sachs divulgou o relatório referente à Vale (VALE3), no qual avaliou que a mineradora brasileira reportou uma produção sólida de minério de ferro, porém o volume de vendas deixou a desejar.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A Vale informou na última segunda-feira (19) que sua produção de minério de ferro totalizou 88,7 milhões toneladas no terceiro trimestre, encerrado em setembro, uma alta de 31% na relação trimestre a trimestre. O resultado veio em linha com as expectativas do Goldman Sachs e o banco avaliou que a Vale segue apresentado uma recuperação contínua em sua produção.

Não obstante, a mineradora comunicou um volume de vendas de minério de ferro de 74 milhões de toneladas no período. A métrica ficou 17% abaixo do previsto pela instituição financeira norte-americana, à medida que a Vale mais uma vez voltou a acumular estoques.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

O Goldman Sachs salientou que o volume de produção da companhia brasileira supera os embarques nos últimos três trimestres e soma 19 milhões de toneladas no acumulado de 2020.

A mineradora reiterou seu guidance anual de produção, de 310 milhões de toneladas a 330 milhões de toneladas neste ano, o que implica uma produção de 94 milhões de toneladas no quarto trimestre, equivalente a uma alta de 6% na base trimestral.

Goldman avalia que Vale conseguirá cumprir seu guidance

O banco norte-americano considerou que, dado que a Vale continua a apresentar uma produção de 1 milhões de toneladas por dia, a empresa será capaz de cumprir seu guidance de produção neste ano.

Além disso, a produção de pelotas chegou a 8,6 milhões de toneladas entre os meses de julho e setembro, 86% superior ao número reportado no trimestre anterior, conforme a companhia elevou sua produção de pellet feed no sul.

A produção de níquel no terceiro trimestre atingiu 47,1 milhões de toneladas, um recuo de 21% em relação aos três meses anteriores, devido à agenda de manutenção; enquanto a produção de cobre da Vale registrou uma alta de 4% na mesma comparação, para 87,6 milhões de toneladas.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião