Vale (VALE3): Previ, do BB, reduz participação acionária na empresa

Vale (VALE3): Previ, do BB, reduz participação acionária na empresa
A Moody's, agência de classificação de risco, elevou o rating da Vale (VALE3) para "Baa3", com perspectiva estável.

A Vale S.A (VALE3) informou que recebeu, nesta terça-feira (25), uma declaração da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil – Previ sobre alienação de participação acionária relevante. A entidade diminuiu a sua participação direta em ações ordinárias de 5,03% para 4,98%, alterando a sua posição para 263.289.305 ações ordinárias.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

“Redução da Participação Acionária em VALE S.A. – Em cumprimento ao que estabelece o artigo 12, da Instrução CVM n. 358/02 (“ICVM n. 358/02), comunicamos para os devidos fins que a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil – PREVI (“Entidade”), entidade fechada de previdência complementar inscrita no CNPJ sob número 33.754.482/0001-24, localizada na Praia de Botafogo, 501, 3º e 4º andares, Botafogo, Rio de Janeiro – RJ , reduziu, em 19/08/2020, a sua participação acionária direta na VALE S.A. (“Companhia”), em função da alienação de Ações Ordinárias de sua titularidade em bolsa de valores”, informou a Previ.

Em comunicado divulgado pela Vale, a Previ informou que a redução da participação não está vinculada a nenhum dos objetivos referidos pelo inciso II, do Artigo 12, da IN CVM 358. A mineradora também comunicou que a Litel Participações e a Litela Participações (acionistas da Vale) são signatárias de acordo de acionistas da Vale, celebrado em 14 de agosto de 2017.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

A Vale destacou que prosseguirá com a atualização de seu formulário de referência, para refletir a referida alteração, nos termos da Instrução CVM nº 480/09, conforme alterada.

Vale aumenta limites de zona de autossalvamento da barragem de Doutor

A Vale informou, no dia 13 de agosto, que ampliou os limites da Zona de Autossalvamento (ZAS) da barragem de Doutor, da Mina de Timbopeba, no Complexo de Mariana, em Minas Gerais. A decisão teve como base estudos mais conservadores, que “passaram a considerar hipótese de 100% do carreamento de rejeitos da barragem Doutor”.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião