Vale (VALE3): governo venderá sua participação na mineradora, diz Mattar

Vale (VALE3): governo venderá sua participação na mineradora, diz Mattar
Logo da Vale (divulgação)

O secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, declarou que o governo federal venderá toda sua participação na Vale (VALE3), já que o poder público não intenciona ser acionista em companhias. A declaração aconteceu nessa sexta-feira (7) quando o secretário participou do programa ‘Os Pingos nos Is’ da ‘Jovem Pan’.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Mattar salientou que “o governo tinha ainda participação na Vale e está reduzindo a participação até vender 100%”. “Este governo vai reduzir, substancialmente, o seu portfólio de empresas e seu hedge fund [fundo de cobertura]”, completou ele.

O secretário também destacou que “o governo não quer ser mais acionista. Nós queremos alocar esses recursos para reduzir dívida ou para melhorar qualidade de vida do cidadão”, comentando que o governo tem papéis da mineradora, cujo valor fica  próximo a R$ 8 bilhões, que podem ser comercializados.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Segundo ele, o governo conta com 14 empresas no gatilho para privatização.

BNDES embolsa mais de R$ 8 bi com venda de ações da

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, informou ao final da tarde da última terça-feira (4) que a instituição levantou R$ 8,1 bilhões com a venda de um bloco de ações da Vale a R$ 60,26 cada.

O executivo comunicou que a transação representa o maior “block trade” da história da América Latina. O presidente do BNDES destacou que o preço de venda estável ante o valor de fechamento do dia anterior e 4% abaixo da máxima histórica.

“Mais importante do que as cifras desse marco histórico é ter o BNDES se reposicionando e voltando suas energias, conhecimento e recursos para o desenvolvimento social e ambiental do nosso país”, escreveu Montezano em publicação no LinkedIn.

Os papéis da Vale, que operaram boa parte do daquele dia em baixa, foram para alta no final da tarde e encerraram com a maior valorização do Ibovespa, aumento de 0,73% a R$ 60,70.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião