Negócios

Unick Forex: Áudio vazado indica que há dinheiro ‘escondido’ nos EUA

0

Um áudio vazado de uma das líderes da empresa Unick Forex, que é alvo da Polícia Federal na Operação Lamanaí, indica que pode haver dinheiro da pirâmide “escondido” nos Estados Unidos. A informação foi passada por Lucimari Boff, que atuava junto aos líderes da Unick.

O áudio teria sido enviado para um cliente da empresa, segundo informações do site “Coin Telegraph”. Na mensagem, a ex-líder da Unick Forex afirma que os recursos estariam em aplicações feitas nos EUA e em Belize.

“Todo dinheiro do povo não está no Brasil, está fora do Brasil nas operações que o Leidimar tem em Orlando nos EUA, Belize (…) todo dinheiro da Unick, do povo não está no Brasil (…) Lá fora eles não podem mexer, se eles pudessem eles já teriam pego” assegurou Boff no áudio vazado.

A Polícia Federal já informou que a Unick Forex realizava operações em Belize. O país é considerado um ‘paraíso fiscal‘.

A líder da Unick

Lucimari Boff é uma das principais figuras da Unick Forex. A mulher afirma em um vídeo de divulgação da empresa que começou investindo R$ 99 na companhia e conseguiu atingir um patamar alto de poder aquisitivo. Vale destacar que a Polícia Federal ainda investiga 1200 líderes da empresa.

Nova pirâmide com antigos líderes da Unick Forex

Com a mesma promessa de um alto retorno diário e mensal em uma plataforma que vende serviços e promete pagar rentabilidade com bitcoins, um ex-líder da Unick Forex e um youtuber, que teve forte ligação com a empresa, estão convidando pessoas para participarem de uma nova empresa suspeita de praticar Pirâmide Financeira, a Moguro Club.

A Moguro Club tem forte influência de dois homens que eram ligados a Unick: Eduardo Tamir da Silva e Rangel Andrades. Silva ganhou alguns prêmios grandes e foi bastante divulgado pela empresa que foi derrubada pela Polícia Federal recentemente. Já Andrades era um dos líderes da Unick Forex e abandonou o barco após a prisão de dez pessoas envolvidas no esquema da companhia.

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe da SUNO Notícias. Formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.