Negócios

Uber anuncia entrada no mercado de patinetes elétricas no Brasil

0

A Uber anunciou, nesta terça-feira (03), que entrará no mercado de patinetes elétricas no Brasil, que vem se movimentando desde 2008 marcas como Grow, Lime e Scoo. A companhia norte-americana iniciará a operação em Santos.

O lançamento vem durante a nova estratégia de expansão da Uber. Há duas semanas lançou uma integração com o transporte público na região metropolitana de São Paulo, exibindo informações sobre linhas de ônibus, metrô e trens em seu aplicativo.

O novo serviço será integrado ao próprio aplicativo de carros, fazendo com que não seja necessário realizar um novo download. Para justificar a escolha da cidade de Santos para iniciar a nova função, a companhia cita a boa infraestrutura cicloviária da cidade.

O desbloqueio do veículo irá custar R$ 1,50 mais R$ 0,75 por minuto de uso.

Uber perde licença para atuar em Londres

A agência pública de Transporte de Londres (TfL), Reino Unido, informou no dia 25 de novembro que não vai renovar a licença da Uber para atuar na cidade por questões de falta de segurança dos passageiros.

De acordo com a TfL, há “diversas violações que colocam os passageiros e sua segurança em risco”. Além disso, a agência classificou a Uber como “não ajustada e apropriada nesse momento”.

O aplicativo de transporte privado informou em comunicado que vai recorrer a decisão, e tem 21 dias para isso. A empresa pode continuar atuando durante o período de tramitação do apelo.

Saiba mais: Uber perde autorização para atuar em Londres

“Nós fundamentalmente mudamos o nosso negócio nos últimos dois anos e estamos definindo o parâmetro de segurança”, salientou a Uber.

A empresa já enfrentou uma série de processos no Reino Unido, incluindo os direitos trabalhistas de motoristas. Dessa forma, em 2017, a plataforma implementou mudanças para garantir a licença do aplicativo na cidade.

Entretanto a TfL reconhece que há ainda outras melhorias que precisam ser feitas. “Como reguladora de serviços de contratação privada em Londres, somos obrigados a tomar hoje uma decisão sobre se a Uber está apto ou não para possuir uma licença. A segura é nossa prioridade absoluta”, informou a agência.

Compartilhe a sua opinião

Rafael Lara
Rafael Lara cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Escreve sobre política, economia e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na TV Gazeta na produção do programa Edição Extra.