Negócios

Paulo Guedes: Uber pretende investir mais no Brasil

0

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a Uber (NYSE: UBER) pretende investir mais no Brasil. A declaração ocorreu, nesta quarta-feira (22), durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. O Suno Notícias está no local cobrindo o evento.

Segundo Paulo Guedes, a Uber pretende trazer centros de desenvolvimento ao Brasil. O ministro afirmou ainda que, além da melhora da economia, a qualidade dos engenheiros brasileiros é um dos fatores que atraiu atenção da empresa norte-americana.

“Eles vão trazer centros de desenvolvimento no Brasil pois os engenheiros brasileiros trabalham muito bem e são muito bem preparados”, afirmou o ministro.

Além disso, segundo Guedes, a empresa pretende aumentar o número de motoristas no País. Atualmente, no Brasil, a companhia norte-americana conta com cerca de 600 mil motoristas, segundo balanço divulgado em abril de 2019.

O ministro afirmou ainda que o presidente da companhia de transportes, Dara Khosrowshahi, se disse muito satisfeito com o mercado brasileiro e parabenizou o desempenho econômico do País.

Paulo Guedes fala sobre acordo de livre comércio

Durante o evento em Davos, o ministro voltou a falar sobre a possibilidade de um acordo comercial com o Reino Unido após a saída do país da União Europeia (UE). Segundo Guedes, o Brexit faz com que o país busque com urgência novos acordos comerciais.

Guedes declarou que participou de uma reunião com o ministro de Finanças britânico, Sajid Javid. Durante o encontro, Javid sinalizou que quer fazer com que o Brasil seja o primeiro país da América Latina a estabelecer um acordo comercial com o Reino Unido.

Leia também: Estamos prontos pra uma reforma da OMC, diz Azevêdo

“Como eles [Reino Unido] estão fazendo o Brexit, querem mergulhar em uma piscina nova. Querem fazer acordos com o Brasil. Ele [Sajid Javid] deixou claro que tem urgência de fazer um acordo o mais rápido possível”, disse Guedes.

O ministro ressaltou que o encontro entre o presidente, Jair Bolsonaro, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, também contribuiu para o interesse do país em fazer um acordo com o Brasil. Ademais, Guedes afirmou que o Reino Unido apoia a entrada do País na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Além das conversas com o Reino Unido, Paulo Guedes informou que encontrou o ministro do comércio da Coreia do Sul. De acordo com Guedes, a equipe econômica brasileira pretende estabelecer acordos comerciais ao mesmo tempo com a Coreia do Sul, Japão e Canadá.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.