Twitter permitirá que funcionários façam home office para sempre

Twitter permitirá que funcionários façam home office para sempre
Twitter permitirá que funcionários façam home office para sempre

O Twitter (NASDAQ: TWTR) permitirá que seus funcionários trabalhem de casa para sempre, mesmo após os impedimentos causados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Informação foi divulgada pelo CEO da empresa, Jack Dorsey, nesta terça-feira (12), em e-mail para os colaboradores.

Alguns funcionários que exercem funções que exigem a presença física no Twitter, no entanto, como manutenção de servidores, precisarão voltar à sua rotina anterior.

Garanta acesso ao Suno One, a central de informações para quem quer aprender a investir. Acesse gratuitamente clicando aqui.

“Temos pensado muito em como abordamos isso desde que éramos uma das primeiras empresas a mudar para um modelo de trabalhar em casa”, afirmou um porta-voz da rede social à agência de notícias norte-americana “BuzzFeed News”. “Continuaremos sendo e continuaremos colocando a segurança de nosso pessoal e comunidade em primeiro lugar.”


A companhia estimulou seus funcionários a fazer home office desde o início de março, quando a pandemia ainda estava em estágio inicial no Ocidente. Várias outras companhias do segmento tecnológico, como Amazon, Google, Facebook Microsoft, fizeram o mesmo.

Há dois meses, após as medidas de distanciamento social, a diretora de Recursos Humanos do Twitter, Jennifer Christie, chegou a dizer que a empresa “provavelmente nunca seria a mesma” em sua estrutura de trabalho.

“As pessoas que eram reticentes em trabalhar remotamente descobrirão que realmente prosperam dessa maneira”, disse Christie ao “BuzzFeed”. “Os gerentes que não pensaram que poderiam gerenciar equipes remotas terão uma perspectiva diferente. Acho que não voltaremos.”

O presidente da empresa já havia se mostrado inclinado a fazer com que a companhia passasse a operar de forma mais “distribuída” antes da pandemia. As medidas obrigaram a empresa a acelerar esse processo.

Nesta terça-feira, Dorsey disse aos seu colaboradores que é improvável que a companhia abra seus escritórios antes de setembro. Além disso, as viagens de negócios serão canceladas durante este período.

O Twitter também irá cancelar todos os eventos presenciais até o final de 2020, e diz que irá reavaliar o planejamento do ano que vem ainda neste ano.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião