Internacional

Trump reforça apoio ao processo de entrada do Brasil na OCDE

0

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, reforçou na última quinta-feira (10) o seu apoio à entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Em sua conta pessoal do Twitter, Trump escreveu que a declaração conjunta, assinada por ele e o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em março, na visita da comitiva brasileiro à Washington, continua vigente. Além disso, ressalta que os EUA continuam apoiando o Brasil no processo de entrada à organização.

Saiba mais: Guerra comercial: EUA e China negociam acordo cambial

Na última quinta-feira (10), a agência de notícias “Bloomberg” publicou que o governo estadunidense teria desistido de apoiar a candidatura brasileira para adentrar à OCDE. O presidente norte-americano fez questão de ressaltar que a publicação trata-se de uma fake news.

Os Estados Unidos ainda não tornou oficial seu posicionamento à favor da candidatura do Brasil. No entanto, priorizou a entrada de Argentina e Romênia, por exemplo.

Governo de Trump confirma posição à favor do Brasil

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil informou na última quinta (10) que apoia a entrada do Brasil na OCDE.

A informação foi divulgada no mesmo dia em que se tornou pública a preferência do governo dos EUA para o ingresso da Argentina na OCDE. Na nota divulgada pela Embaixada, entretanto, não cita uma data específica para que o Brasil seja incluído na organização internacional.

Confira: UE retira Suíça de lista de países considerados paraísos fiscais

“A declaração conjunta de 19 de março do presidente Trump e do presidente Bolsonaro afirmou claramente o apoio ao Brasil para iniciar o processo para se tornar um membro pleno da OCDE e saudou os esforços contínuos do Brasil em relação às reformas econômicas, melhores práticas e conformidade com as normas da OCDE“, informou a Embaixada em uma nota “continuamos mantendo essa declaração”.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.