Internacional

Parte do acordo com a China será adiantado, diz Trump

0

O presidente norte-americano, Donald Trump, informou em entrevista aos jornalistas americanos nesta segunda-feira (28), que o acordo comercial com o país asiático ‘provavelmente’ será adiantado.

“Provavelmente ficaremos adiantados para assinar uma parte muito grande do acordo com a China, vamos chamá-lo de Fase Um, mas é uma parcela muito grande”, ressaltou Trump.

Os dois países planejavam que fosse assinado um acordo comercial nos dias 16 e 17 de novembro, na Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) no Chile. No entanto, o presidente norte-americano informou que para o prazo de assinatura “estamos um pouco adiantados talvez muito adiantados”.

No último sábado (26), o governo da China informou que houveram avanços nas negociações para um acordo comercial com os Estados Unidos.

Confira Também: Guerra comercial: Trump planeja assinar acordo em novembro

O vice-primeiro-ministro chinês Liu He conversou por telefone com o representante de Comércio do EUA, Robert Lighthizer, e com o secretário do Tesouro Steven Mnunchin.

“As duas partes concordaram em abordar adequadamente as preocupações centrais de cada um, e confirmaram que as consultas técnicas sobre parte do texto do acordo foram concluídas”, informou a mídia estatal chinesa “Xinhua”

Trump e Jinping alcançam acordo parcial

No início de outubro, os Estados Unidos e a China alcançaram um acordo parcial sobre a guerra comercial. O entendimento entre as duas maiores economias do mundo estabelece as bases para um acordo mais amplo.

No acordo, a China teria aceitado concessões agrícolas para os produtos norte-americanos. Em troca, os EUA amenizariam a alta das tarifas alfandegárias prevista para ocorrer na próxima semana. Uma escalada que poderia levar a guerra comercial para outro patamar.

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, se mostrou otimista sobre as negociações. Segundo ele, as duas partes tiveram “dois dias produtivos de discussão”. O acordo entre o presidente da China Xi Jinping e o mandatário dos EUA Trump é apenas provisório, e está sujeito a alterações.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.