Internacional

Trump começa a considerar acordo provisório com a China

0

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que está estudando um acordo comercial provisório com a China. Entretanto, Trump destacou que preferia um acordo definitivo. A declaração foi feita na última quinta-feira (12).

A China também mostrou que pode estar dando uma trégua na guerra comercial com o país de Trump. Isso porque o país asiático está voltando a importar produtos agrícolas dos EUA. A compra destes produtos havia sido suspensa no mês de agosto.

O Ministério do Comércio da China também demonstrou certo contentamento com o adiamento do aumento de tarifas sobre alguns produtos chineses. As negociações bilaterais oficiais, contudo, estão previstas apenas para outubro.

Trump decidiu retirar a aplicação de tarifas sobre produtos chineses após a China afirmar que iria isentar 16 produtos dos EUA de tarifas extras, durante um ano.

Trump critica FED

O Banco Central Europeu decidiu cortar o juros em 10 pontos-base na manhã da última quinta-feira (12). Com isso, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mostrou, mais uma vez, sua indignação por meio de uma rede social e alertou que os europeus estão querendo prejudicar as exportações dos EUA.

“O Banco Central Europeu, agindo rapidamente, cortou as taxas em 10 pontos base. Estão tentando, e sendo bem sucedidos, depreciar o Euro ante um dólar MUITO fortalecido, prejudicando exportações americanas”, disse Trump em seu Twitter.

O mandatário aproveitou a deixa para criticar mais uma vez o Federal Reserve, pedindo, em outras palavras, mais um corte do Banco Central norte-americano nos juros. “E o Fed espera, espera, espera. Eles são pagos para contrair empréstimos, enquanto nós pagamos juros”, julgou o presidente norte-americano.

Na última quarta-feira (11), o presidente dos EUA voltou a fazer pedidos e atacar o Federal Reserve (Fed) em sua conta do Twitter. Desta vez, o mandatário pediu corte da taxa de juros a zero, “ou menos”.

“Os EUA devem sempre pagar a taxa mais baixa. Sem inflação! É apenas a ingenuidade de Jay Powell e do Federal Reserve que não nos permite fazer o que outros países já estão fazendo. Uma oportunidade única na vida que estamos perdendo por causa de “cabeças de vento”, afirmou Donald Trump.

Recentemente, o presidente dos EUA tem sido bastante objetivo com Powell, entretanto é a primeira vez que Trump fala sobre o nível que a taxa precisa chegar, em sua opinião. A taxa básica de juros se encontra, atualmente, entre 2% e 2,25% nos Estados Unidos. A reunião de política monetária do Banco Central norte-americano ocorre nos próximos dias 17 e 18 de setembro.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.