Negócios

TIM pagará juros sobre capital próprio em R$ 368,941 mi

0

A TIM Participações (TIMP3) informou ao mercado, nesta sexta-feira (4) que pagará juros sobre capital próprio no valor total de R$ 368,941 milhões.

De acordo com o comunicado divulgado pela TIM, o valor bruto por ação será de R$ 0,152419292, com incidência de 15% de imposto de renda. Os acionistas com posição receberão os valores em 9 de agosto, com as ações adquiridas após esta data ex-direito de distribuição de dividendos.

A companhia pagará a partir de 8 de outubro de 2019, conforme aprovado pelo conselho de administração no dia 30 de julho de 2019.

A TIM  já havia informado no dia 25 de setembro, pagará R$ 378,750 milhões em juros sobre seu capital próprio.

Saiba mais: TIM pagará R$ 378,75 mi em juros sobre o capital próprio

O pagamento será efetuado pela TIM até o dia 31 de março de 2020. No dia 07 de outubro deste ano, a empresa irá identificar os acionistas que terão direito a receber. O valor bruto por ação é de R$ 0,156471242

Processo da TIM no DPDC

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) instaurou, no dia 16 de setembro, um processo administrativo contra a operadora. A companhia tem até a próxima quinta-feira (26) para apresentar defesa.

De acordo com o DPDC, houve “conhecimento por meio da mídia de suposto vazamento de dados e valores de dívidas dos consumidores por meio do serviço TIM Negocia”. Além disso o Departamento explicou que, por conta de uma brecha na plataforma, cibercriminosos poderiam obter dados pessoais e valores de dívidas dos consumidores.

Saiba mais: TIM sofre processo por suposto vazamento de dados de seus clientes

Ainda de acordo com o DPDC, de acordo com a informação que foi tida como base da instauração do processo, “não se sabe por quanto tempo os hackers tiveram acesso ao sistema e nem dados de quantos clientes eles realmente conseguiram visualizar ao longo desse tempo”.

A TIM será intimada para se manisfestar em sede de Defesa Administrativa. Caso as acusações sejam confirmadas, a empresa terá que pagar uma multa de aproximadamente R$ 10 milhões.

Compartilhe a sua opinião

Rafael Lara
Rafael Lara cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Escreve sobre política, economia e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na TV Gazeta na produção do programa Edição Extra.