Finanças pessoais

Tesouro Direto: confira os preços dos títulos nesta quarta-feira

0

Os títulos do Tesouro Direto registram nesta quarta (13) recuo nas taxas de rentabilidade. Assim, os preços unitários e de valor mínimo de investimento avançaram.

A exceção a essa contração geral é o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050, que apresentou taxa de 4,37%, a mesma da última terça (12). O valor mínimo do título subiu levemente, indo de R$ 40,67 para R$ 40,69. Seu preço unitário acompanhou a leve alta e aumentou de R$ 4.067,88 para R$ 4.069,19.

Saiba mais: Tesouro Direto: confira os preços dos títulos nesta terça-feira

Entre os títulos indexados ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a variação foi leve. Já os Prefixados tiveram maior oscilação. O Tesouro Prefixado 2022 e o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2029 caíram 0,08 ponto percentual, indo de 7,65% a 7,57% e de 8,82% para 8,74%, respectivamente.

O preço unitário do Tesouro Prefixado 2022 subiu de R$ 813,17 na última terça para R$ 815,10 nesta quarta, e o valor mínimo, de R$ 32,52 para R$ 32,60. Já o preço unitário do Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2029 subiu de R$ 1.093,92 para R$ 1.099,55. O valor mínimo, por sua vez, foi de R$ 32,81 para R$ 32,98.

Em paralelo, o Tesouro Selic 2025 (LFT) tinha os preços a R$ 99,88 e R$ 9.988,46, na véspera. Contra R$ 99,90 e R$ 9.990,93, nesta ordem, nesta quarta-feira.

Este é o único título indexado à taxa Selic Over, e a categoria mais comercializada em 2018.

Saiba mais: Dólar inicia a quarta-feira em queda; mercado de olho na CCJ e no Brexit

Confira todos os preços abaixo

tesouro direto 13 março

Saiba mais – Tesouro Direto: o que você precisa saber sobre esse investimento 

O pregão do Tesouro Direto funciona das 9h30 às 18h, no próprio site do Tesouro Nacional. É possível, também, realizar simulações referentes à rentabilidade de um título. Para tal, clique aqui.

Compartilhe a sua opinião

Guilherme Caetano
Formado em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP, Guilherme Caetano escreve para o portal de notícias da Suno Research. Passou pelas redações da Folha de S.Paulo e da revista Época.