Imóveis

Temer sanciona projeto de lei sobre distrato de imóvel

0

O presidente Michel Temer sancionou nesta quinta (27), sem vetos, o projeto de lei (PL) que regulamenta o distrato imobiliário. A informação é do jornal Valor Econômico.

O distrato se refere à multa a ser recebida pelo mutuário na desistência da compra do imóvel antes de concluir o pagamento. O PL sancionado estabelece que, caso o comprador desista do negócio ou pare de pagar as prestações do imóvel, a construtora ou empresa responsável pela obra fica com até 50% do dinheiro pago.

Saiba mais: Índice que reajusta os contratos de aluguel tem alta de 7,45% na taxa

Esse valor é maior do que o concedido pela Justiça anteriormente. Quem desistisse de adquirir o imóvel era punido com uma multa de 10% dos valores já pagos.

O projeto estava sendo bastante aguardado pelo setor de construção civil, especialmente pelas construtoras. Elas argumentavam que enfrentavam dificuldades com a desistência na compra de imóveis e em sua devolução. O projeto foi aprovado na Câmara no início de dezembro.

Especialistas avaliam que os resultados da sanção do PL do distrato de imóvel devem ser positivos principalmente para as construtoras voltadas à média e alta renda. Assim, elas se tornam oportunidade na bolsa de valores. As construtoras reagiram bem à notícia: Even subiu 2,25%, Cyrela subiu 0,40% e a MRV Engenharia subiu 1,11%.

Compartilhe a sua opinião

Guilherme Caetano
Formado em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP, Guilherme Caetano escreve para o portal de notícias da Suno Research. Passou pelas redações da Folha de S.Paulo e da revista Época.