Negócios

Tegma (TGMA3) apresenta alta de 79% no lucro líquido em 2019

0

A Tegma (TGMA3) apresentou um lucro líquido de R$ 194 milhões em 2019, alta de 79,2% frente ao reportado em 2018. A divulgação do resultado da empresa foi realizado na última terça-feira (31).

Somente no quarto trimestre do ano passado, os ganhos foram de R$ 43,4 milhões, um crescimento de 24,3% sobre o apresentado no mesmo período do ano anterior, quando foram apresentados R$ 35 milhões de lucro.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 298,2 milhões em 2019 e R$ 67,8 milhões no período de outubro a dezembro do ano passado. Tais resultados foram, respectivamente, 63,6% e 22,9% maiores do que o mesmo período do ano anterior.

A margem Ebitda cresceu 1,3% na comparação anual, para 15,9%. Na relação trimestral, o quarto trimestre foi encerrado com 43,3%. Já a margem líquida, saiu de 8,6% em 2018 para 14,4% em 2019.

A receita líquida no trimestre apresentou um crescimento de 3% na comparação com o mesmo intervalo de 2018, em razão do crescimento de ambas divisões (logística automotiva e logística integrada). O valor atingiu R$ 378,3 milhões. No resultado anual, a receita chegou a R$ 1,347 bilhão, alta de 7,5%.

O volume de veículos transportados no trimestre foi de 229,3 mil, 12,6% maior do que em 2018, resultando em 29% de market share ou um ganho de 2,5% sobre o mesmo período do ano anterior. No acumulado anual, os veículos transportados cresceram 5,1%.

O Capex da companhia cresceu 1,6% na comparação anual, atingindo R$ 36 milhões em 2019. No quarto trimestre, no entanto, caiu 19,4% em relação ao 3T18, para R$ 10,7 milhões.

Bolsa em queda livre!? Aproveita as maiores oportunidades da bolsa brasileira com nosso acesso Suno Premium

Em relação aos impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nos negócios da empresa, a Tegma ressalta que, devido ao decreto legislativo que reconheceu a calamidade pública em âmbito federal, entre outros decretos de teor semelhante, todas as operações foram praticamente interrompidas no final de março, de acordo com um fato relevante divulgado anteriormente.

“Além dos impactos nas operações de logística de veículos e, dada a dinâmica de expansão da pandemia e seu efeito em todas as áreas econômicas, outros negócios da companhia também podem ser afetados nos próximos dias”, informa a Tegma.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.