Taurus (TASA4) transfere uma linha de produção para os EUA

Taurus (TASA4) transfere uma linha de produção para os EUA
A Taurus fechou o acordo de joint venture junto à Joalmi Indústria Metalúrgica

A Taurus (TASA3; TASA4) informou nessa quinta-feira (7) que uma de suas linhas de produção da pistola TS9-Striker, será transferida para sua fábrica em Bainbridge (EUA) “em razão da falta de incentivos nacionais e de isonomia tributária e regulatória frente às fabricantes estrangeiras”. Atualmente, a linha de produção da pistola é em São Leopoldo (RS).

De acordo com um comunicado divulgado pela fabricante de armas, as mudanças ocorreram a partir de uma decisão estratégica da Taurus, para aumentar o processo de manufatura na nova fábrica cedida pelo governo da Georgia, nos Estados Unidos.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais.

Com as transferências, a previsão é que a capacidade de produção da fábrica localizada na Georgia aumente em aproximadamente 50 mil armas por ano.

Além disso, companhia brasileira também informou que a linha de produção da pistola G2X, também será transferida, em 90 dias.

Lucro líquido da Taurus em 2019

A Taurus registrou lucro líquido de R$ 43,4 milhões no ano passado, revertendo o resultado negativo registrado nos últimos sete anos.

A receita operacional líquida foi de R$ 999,6 milhões, alta de 18,3% em comparação com o ano de 2018. A empresa informou que foram 1,2 milhão de armas produzidas, equivalente a 5.077 por dia, atingindo o recorde de produção e produtividade.

Veja também: Taurus (TASA4) informa ao mercado substituição de auditoria

No quarto trimestre, o lucro líquido foi de R$ 21 milhões, no mesmo período em 2018, a fabricante havia registrado um prejuízo líquido de R$ 152 milhões. O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 13,2 milhões, por sua vez, no ano de 2019 foi de R$ 128 milhões. A margem Ebitda do período de setembro e dezembro foi de 4,8% e a do ano de 12,8%.

Já as despesas operacionais da Taurus em 2019, de R$ 235 milhões, tiveram redução de 10,1%, em relação ao exercício anterior, e representaram 23,5% da receita operacional líquida do exterior.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião