Taesa (TAEE11) pode participar do leilão de transmissão em dezembro

Taesa (TAEE11) pode participar do leilão de transmissão em dezembro
Taesa lucrou R$ 437,8 milhões no 2T20

O diretor de negócios, gestão de participações e de implantação da Taesa (TAEE11), Marcus Vinicius, indicou nesta quinta-feira (13) que a empresa está se preparando para participar do leilão de linhas de transmissão. A decisão sobre sua presença no evento que ocorrerá em dezembro dependerá da capacidade do balanço da companhia.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Em uma teleconferência promovida pela Taesa sobre os seus resultados do segundo trimestre de 2020, Marcus Vinícius disse: “Estamos fazendo estudos para os onze lotes do leilão. Devemos nos concentrar naqueles que fazem maior sentido do ponto de vista de atratividade e competitividade, mantendo a nossa disciplina financeira e os retornos adequados”

Segundo o diretor, não há uma certeza quanto a presença da companhia no leilão porque os desembolsos de Capex desses projetos estão concentrados na fase final, mais próxima da entrada em operação comercial, levando à mudanças no balanço. “Lembrando também que podemos considerar possíveis parcerias nesse certame”, acrescentou ele.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Para o futuro, o diretor acredita que a proibição de que esses empreendimentos sejam vendidos durante a construção pode reduzir a quantidade de novos entrantes. “Mas acreditamos que a competição continuará acirrada, com o número menor de lotes”.

Adicionalmente, Vinícius avaliou que a alavancagem financeira da empresa, que subiu 83,3%, de 1,8 vezes para 3,3 vezes, deve mostrar redução a partir de 2021. “Esperamos que até o fim de 2020, provavelmente pelos desembolsos de Capex relacionado aos empreendimentos de Janaúba e Sant’Ana, esse índice deva se elevar um pouco. Mas, a partir de 2021, já com a entrada em operação dos projetos, devemos ter uma rápida desaceleração”,

A Taesa também informou que seu Conselho de Administração aprovou a distribuição de R$ 279,3 milhões (ou R$ 0,81 por Unit) entre dividendos e juros sobre capital próprio (JCP). O pagamento ocorrerá no dia 26 de agosto, a partir da data-base da próxima segunda-feira (17).

Taesa lucrou R$ 437,8 milhões no 2T20

A Taesa apresentou, na noite da última quarta-feira (12), seu resultado do segundo trimestre de 2020. A companhia atingiu um lucro líquido de R$ 437,8 milhões, uma alta de 42,4% sobre o reportado no mesmo período do ano passado.

Segundo a Taesa, o crescimento do lucro é resultado da margem de implementação de infraestrutura em função de maiores investimentos, redução em despesas financeiras líquidas e consolidação dos resultados de aquisições recentes. O lucro líquido da Taesa, na comparação semestral, cresceu 71,7%, para R$ 802 milhões.

Daniel Guimarães

Compartilhe sua opinião