Internacional

S&P 500: Confira as 5 ações que mais valorizaram em maio

0

As ações cotadas no S&P 500 fecharam as negociações da última sexta-feira (29) em alta de 0,48%, a 3.044,31 pontos, o maior patamar desde de março deste ano. Os principais índices das bolsas de Nova York encerraram maio no segundo mês consecutivo de alta.

Os mercados continuam de olho nos impactos causados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). Por outro lado, o S&P 500 recuperou parte das perdas acumuladas desde o tombo observado em março, quando se acentuaram as fortes quedas que já as bolsas vinham sofrendo.

A perspectiva dos investidores, embora apresentem certa dose de cautela ainda, é de que o pior já ficou para trás e observa-se um aumento do apetite por risco nos mercados dos Estados Unidos.

Pontuando que esta matéria não é uma recomendação de investimento, confira as cinco ações do S&P 500 que mais se valorizaram em maio.

1. L Brands, Inc

Apesar de encerrar a última sexta-feira em  queda de 0,55%, a L Brands, Inc. (Nyse: LB) lidera as altas do S&P 500 para maio. A empresa varejista de moda, que oscilava na casa dos US$ 11,00 a US$ 12,00 (entre R$ 58,63 e R$ 63,96 na cotação atual), engatou um forte movimento de subida e fechou o mês cotada a US$ 16,19.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

A companhia dona das marcas Victoria’s Secret e Bath & Body Works havia registrado uma forte queda no final de abril, que levou o preço de suas ações a um patamar de US$ 10,19.

Os papéis da L Brands, no entanto, se recuperaram e tiveram uma valorização de 34,92%. Os ativos integram as ações do setor consumo e lideram um dos segmentos que mais acumularam valor no mês de maio.

2. Fortinet, Inc

Ao contrário da primeira colocada no ranking de altas L Brands, a Fortinet, Inc. (Nasdaq: FTNT) vem acumulando altas desde o tombo apresentado em março. De fato, as ações da empresa estão em um patamar mais alto do que quando se iniciou a crise.

Saiba mais: S&P 500: Confira as 5 ações que mais valorizaram no mês de abril

Se em abril a companhia do ramo da tecnologia se recuperou parcialmente das perdas tidas em março, no mês de maio seus papéis tiveram forte expansão. Entre os dias 1º e 29 de maio,  os papéis da Fortinet registraram uma alta de 33,41%, cotados a US$ 139,20.

Em terceiro lugar no ranking de valorizações, a companhia que desenvolve e comercializa serviços de segurança de rede continua chamando a atenção dos investidores.

3. Albemarle Corp

A Albemarle Corporation (Nyse: ALB), embora não tenha apresentado um desempenho semelhante a segunda colocada, registrou um crescimento de 33,22% no preço de seus papéis durante o mês de maio.

A empresa química especializada em fibras e borracha sintéticas, resinas e filamentos, após andar quase de lado em abril, recuperou com os ganhos em maio e encerrou a última sexta-feira do mês cotada a US$ 76,52.

4. Dish Network Corp

Da mesma forma que sua antecessora, a Dish Network Corporation (Nasdaq: DISH) se retomou parte de sua posição do pré-crise. Antes do tombo apresentado em meados de março, o papel da empresa chegou a valer US$ 41,29.

Em maio, a companhia fornecedora de TV por assinatura aumentou o crescimento registrado no mês anterior e terminou a última sexta-feira cotada a US$ 31,65, uma forte alta de 31,93%.

Dish Network, assim como a primeira colocada L Brands, integra o setor de serviços que registrou no mês de maio uma valorização acentuada no índice S&P 500.

5. Oneok, Inc

Por fim, Oneok, Inc. (Nyse: OKE) figura no último lugar e quinto lugar do ranking de valorização. Apesar da forte subida no preço de suas ações, os papéis da empresa ainda permanecem quase metade do valor na comparação com o período pré-crise.

A companhia de distribuição de gás natural apresentou um resultado das operações durante o primeiro trimestre de 2020 melhores do que o estimado pelos analistas.

Nesse sentido, os ativos da Oneok apresentaram um desempenho largamente melhor do que a média do S&P 500. A empresa fechou o último dia de maio em queda de 1,58%, sem apagar, no entanto, a performance positiva de 31,32% no período, para US$ 36,69.

]

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Arthur Oliveira
Arthur Oliveira escreve sobre política, economia e negócios para o portal de notícias da Suno Research. Atualmente, é estudante de jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.