InternacionalNegócios

SoftBank perde US$ 9 bilhões em valor de mercado

0

O SoftBank Group Corp., corporação multinacional japonesa de telecomunicações, estreou na bolsa japonesa nesta quarta-feira (19). Com Initial Public Offering (IPO) recorde no Japão de US$ 23,5 bilhões, a companhia perdeu US$ 9 bilhões em valor de mercado após a oferta pública inicial.

Fundada por Masayoshi Son, o SoftBank Group Corp. obteve IPO recorde no Japão e o segundo maior de tecnologia da história, ficando atrás apenas da chinesa Alibaba Group Holding que em 2014 conquistou cerca de US$ 25 bilhões.

“Estava além de nossas expectativas de que as ações cairíam tanto”, disse à Reuters um executivo sênior do Softbank que preferiu não ser identificado por não estar autorizado a falar com a Imprensa.

Dentre os problemas enfrentados pela corporação estão:

  • IPO ocorre semanas após uma grande falha de software interromper os serviços de telefonia móvel da companhia. A consequência foi milhares de clientes em todo o país ficarem sem acesso ao serviço de mensagens.
  • O relacionamento da SoftBank e da Huawei foi estudado minuciosamente pelos investidores após a Huawei perder contratos de implantação do 5g.
  • Governo japonês afirmou que havia espaço para as operadores de telefonia móvel cortarem tarifas em até 40%.
  • Índice Nikkei caiu mais de 13% desde o pico mais recente, no início de outubro.

Saiba mais – Huawei encara seis países que não contratarão serviços de 5g 

Apesar dos desafios que o SoftBank enfrenta, a corporação calcula um crescimento de:

  1. 3,3% no crescimento das receitas
  2. 9,7% no crescimento do lucro operacional no ano fiscal (termina em março)

Saiba mais – Uber prepara IPO para Bolsa norte-americana para 1º trimestre de 2019

Vision Fund

Masayoshi Son está à frente do Vision Fund, o maior fundo de private equity de tecnologia do mundo, com US$ 100 bilhões. O foco de investimento do fundo é a aceleração da colaboração entre homem e máquina.

Entretanto, metade do investimento do Vision Fund tem como fonte o príncipe da Arábia Saudita Mohammed bin Salman. O príncipe foi acusado internacionalmente de assassinar o jornalista saudita Jamal Khashoggi. Assim, juntamente com a Uber, a Alibaba e outras empresas nas quais o herdeiro saudita investe, o SoftBank tornou-se alvo da atenção mundial.

Compartilhe a sua opinião

Amanda Gushiken
Amanda Sayuri Gushiken escreve sobre finanças e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, trabalhou selecionando notícias da imprensa para clientes do mercado financeiro. Também desenvolveu pesquisa acadêmica pela Universidade Anhembi Morumbi na área de Teorias da Comunicação e é fotógrafa nas horas vagas.