Smart Fit (SMFT11) perde 198 mil clientes em três meses

Smart Fit (SMFT11) perde 198 mil clientes em três meses
A Smart Fit (SMFT3) apontou que entre julho e setembro de 2020, perdeu cerca de 198 mil clientes em meio à pandemia.

A maior rede de academias esportivas da América Latina, Smart Fit (SMFT3) divulgou um comunicado apontando que entre os meses de julho e setembro de 2020, perdeu cerca de 198 mil clientes em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Vale destacar que o montante engloba as demais marcas do grupo, como por exemplo, a Bio Ritmo e o2.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Nesse sentido, a Smart Fit, que tinha 2.695.000 clientes em julho desse ano, contando com suas outras marcas, fechou setembro com 2.497.000 alunos, o que equivale a uma queda de 7%.

De acordo com os dados, 48 mil clientes deixaram o grupo em julho desse ano, ao passo que em agosto esse número passou para 72 mil e em setembro foram 78 mil alunos que deixaram a rede.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, contando só as academias da marca Smart Fit, o número de alunos passou de 2.637.000 no final de julho, para 2.446.000 ao final do mês passado, o que indica uma queda de 191 mil no total de alunos.

Contudo, o vice-presidente da rede de academias, André Pezeta, afirmou que “a frequência está crescendo e já retomamos nosso plano de crescimento”.

A companhia ainda apontou que em julho, das 850, 402 unidades do grupo já estavam abertas, contando com a presença de 47,8% dos alunos. Em relação ao mês passado, a companhia informou que inaugurou 15 novas unidades, ao passo que a presença dos clientes ficou em 88,3% em relação ao total.

O diretor de relações com investidores, Afonso Sugiyama, destacou que “a abertura das unidades está em linha com a recomendação dos órgãos públicos locais onde a Companhia opera em relação ao coronavírus, que evoluem de acordo com a situação da pandemia em cada momento. No mês de setembro, destacamos a reabertura das academias na Cidade do México, e das academias nas principais cidades na Colômbia, incluindo Bogotá e Medellin”.

Smart Fit recebe notificação do Procon-SP

Em meados de junho, o Procon-SP notificou a rede de academias, após ter recebido cerca de 840 reclamações sobre dificuldades por parte dos clientes para realizar o cancelamento dos contratos durante a pandemia.

Visto que a companhia não estava prestando serviços, o Procon salientou que grande parte das denúncias eram relacionadas:

  • Ao cancelamento de matrículas;
  • Ininterrupção das cobranças de mensalidades;
  • O não reembolso dos valores pagos.

O órgão de defesa do consumidor destacou que, somente entre os dias 1 e 3 de junho, recebeu ao todo, 400 reclamações contra a Smart Fit.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião