Simpar (SIMH3) anuncia programa de recompra de até 3,9 milhões de ações

Simpar (SIMH3) anuncia programa de recompra de até 3,9 milhões de ações
Após reorganização societária, JSL deixou o papel de holding para a Simpar.

A Simpar (SIMH3) informou, na manhã desta segunda-feira (21), que seu Conselho de Administração aprovou um novo programa de recompra de ações de sua emissão. Poderão ser recompradas até 3.915.171 ações. A informação foi divulgada por meio de um fato relevante.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

De acordo com a Simpar, com base nas 61.838.699 ações ordinárias em circulação no mercado, a recompra será de até 6,33% da totalidade dos papéis. A operação, segundo a empresa, respeitará a manutenção do percentual mínimo de circulação das ações de 25%, conforme estabelecido pelo regulamento do Novo Mercado, mais alto nível de governança da B3.

O prazo do programa terá duração de 18 meses, com início nesta segunda-feira e término no dia 20 de março de 2022. Segundo a empresa, as recompras serão realizadas pela reserva de lucros de capitais disponíveis, presentes nas últimas demonstrações financeiras da companhia. Os bancos participantes da operação serão:

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

O objetivo, diz o comunicado, é a maximização de valor aos acionistas, sem redução do capital social. Os papéis adquiridos serão mantidos em tesouraria, para cancelamento, alienação ou para atender as obrigações assumidas pela empresa frente aos beneficiários dos planos de remuneração baseados em ações.

Reorganização societária traz Simpar como holding

A JSL (JSLG3) comunicou ao mercado, no dia 6 de agosto, que o seu conselho de administração aprovou, em Assembleia Geral Extraordinária, a reorganização societária, compreendida pela incorporação de 100% das ações de emissão da companhia pela Simpar e cisão parcial da companhia com incorporação da parcela cindida na holding.

Dessa forma, por conta da aprovação da incorporação de ações, a JSL passou a ser uma subsidiária integral da Simpar e os acionistas da empresa, consequentemente, passaram a ser acionistas da Simpar.

À época, a JSL informou que a reorganização societária fazia parte do plano do grupo de gerar valor e garantir a perpetuação dos negócios através da divisão das atividades em diferentes sociedades. “A aprovação por unanimidade dos minoritários na Assembleia Geral evidencia a qualidade e o valor da reorganização proposta pela administração”, destacou a empresa.

As ações da Simpar, sob o ticker “SIMH3”, passaram a ser negociadas na bolsa brasileira na última sexta-feira (18). Os papéis são negociados a R$ 28,23 na manhã desta segunda-feira.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião