Política

Senado propõe aumentar isenção do Imposto de Renda para 5 salários mínimos

0

Um projeto de lei proposto pelo líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, sugere alterações na isenção do Imposto de Renda. A proposta é para que apenas quem recebe a partir de cinco salários mínimos precise declarar a renda.

De acordo com o projeto, não precisaria fazer a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) quem recebe até R$ 4.990, 00 por mês. Pela proposta do senador emedebista, a alíquota efetiva do imposto seria maior quanto mais alta for a renda.

Guedes defende Imposto de Renda negativo em sistema de capitalização

O projeto sugere as seguintes alterações no valor do Imposto de Renda:

  • Quem recebe até R$ 7,5 mil tem redução de 15,9% para 9,2% ;
  • Quem recebe R$ 10 mil tem o valor reduzido de 23,15% para 20,63%.

Receba nosso relatório sobre o IPO do UBER gratuitamente!

A proposta também sugere a cobrança de um imposto de 15% sobre lucros e dividendos. Outro ponto do texto propõe a redução de 15% para 13,5% da alíquota padrão do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ). Além disso, cairia para 7,5% o adicional de 10% no IRPJ.

Promessa de campanha de Bolsonaro

A proposta de aumentar o piso para isenção do Imposto de Renda é uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro. Atualmente, a faixa de isenção do IR é de R$ 1.903,98.

Quem recebe acima desse valor, tem um desconto sobre a renda que varia entre 7,5%, 15%, 22,5% ou 27,5%. A maior porcentagem é aplicada para quem ganha mais de R$ 4.664,68.

Imposto de Renda tem nova regra para dependentes

Se o projeto de Braga for aprovado no Senado, a estimativa é de que 12,3 milhões de contribuintes passem a não precisar declarar o Imposto de Renda. 

Queda na arrecadação

Com a proposta, a queda na arrecadação do governo é certa. Para compensar a redução dos impostos recolhidos, o projeto do senador sugere que seja extinta a isenção dada a lucros e dividendos que sócios e acionistas recebem das empresas.

A mudança na taxa de isenção do Imposto de Renda faz parte de uma corrente que pretende promover mudanças no sistema tributário. A ideia de Eduardo Braga tem o objetivo de alinhar o Senado às propostas do MDB na Câmara.

O presidente do órgão, Rodrigo Maia (DEM), já articulou a apresentação de uma proposta do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) que altera os impostos. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) seria referente a uma reforma tributária, que incluiria, inclusive o Imposto de Renda.

“Quer saber mais sobre o IPO do Uber? Baixe aqui o relatório completo GRATUITO”

Compartilhe a sua opinião

Beatriz Oliveira
Formada em Jornalismo pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, Beatriz Oliveira escreve para o portal de notícias Suno Research. Antes, passou pelas redações da Revista EXAME e da Rede Bandeirantes.