Seguro-desemprego: pedidos somam 570.543 em julho; queda de 8,8%

Seguro-desemprego: pedidos somam 570.543 em julho; queda de 8,8%
No acumulado do ano até julho, os pedidos de seguro-desemprego cresceram 11,1% na comparação anual.

Os pedidos de seguro-desemprego chegaram a 570.543 em julho desse ano, de acordo informou a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia nessa quinta-feira (6). O montante é 8,8% menor do que o registrado em julho de 2019, quando foram calculadas 625.605 solicitações, além de ser 12,7% inferior na comparação mensal.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Segundo os dados oficiais da pasta, no acumulado de janeiro até julho desse ano foram registradas 4.521.163 solicitações de seguro-desemprego, o que equivale a um avanço de 11,1% na comparação anual, já que no mesmo período em 2019 os pedidos do benefício somavam 4.068.385.

A secretaria salientou que do total de pedidos feitos no mês passado, 66,2% foram feitos através da internet. Já no acumulado do ano, essa porcentagem fica em 54,7%.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, os Estados brasileiros que registraram o maior número de solicitações em julho foram:

  • São Paulo (cerca de 117.305 pedidos)
  • Minas Gerais (cerca de 62.274 pedidos)
  • Rio de Janeiro (cerca de 47.075 pedidos)

Já em relação ao perfil das pessoas que solicitaram o benefício,

  • 39,3% são mulheres
  • 60,7% são homens

Analisando os setores da economia, os dados indicam que as solicitações aconteceram nas seguintes proporções:

  • Setor de serviços – 43,3%
  • Comércio – 25,7%
  • Indústria – 16,1%
  • Construção – 10,5%
  • Agropecuária – 4,3%

Vale lembrar que o aumento nas solicitações do benefício nesse ano é reflexo dos impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA

O número de solicitações do seguro-desemprego nos EUA foi de 1,186 milhão na semana encerrada em 1º de agosto, redução de 249 mil pedidos. Os dados foram divulgados pelo Departamento do Trabalho americano nesta quinta-feira.

O total de pedidos dos EUA apresentou uma desaceleração em comparação com o número registrado nas semanas anteriores. A previsão dos analistas do “The Wall Street” apontava para 1,423 milhão de solicitações.

As solicitações de seguro-desemprego da semana anterior foram ligeiramente revisados para cima, de 1,434 milhão para 1,435 milhão. Os pedidos feitos durante a crise do coronavírus já superaram todos os ganho de emprego desde a crise financeira de 2008.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião