Seguro-desemprego nos EUA: pedidos caem para 787 mil

Seguro-desemprego nos EUA: pedidos caem para 787 mil
EUA registram 787 mil pedidos de seguro-desemprego na última semana

O número de solicitações do seguro-desemprego nos Estados Unidos totalizou 787 mil na semana encerrada em 17 de outubro. Os dados foram divulgados pelo Departamento do Trabalho americano nesta quinta-feira (22). Trata-se do menor número desde os primeiros dias da pandemia do novo coronavírus (covid-19)

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

O total de pedidos de seguro-desemprego dos EUA apresentou uma desaceleração em comparação com o número registrado nas semanas anteriores. A previsão dos analistas consultados pelo “Dow Jones” apontava para 875 mil solicitações.

Na semana anterior, encerrada em 10 de outubro, o número foi revisado para baixo, passando de 898 mil pedidos para 842 mil.  O Departamento informou que o nível de pessoas recebendo benefícios por pelo menos duas semanas apresentou queda.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

De acordo com a CNBC, um dos motivos que explica a queda dos pedidos é a migração de trabalhadores que concluíram o período de recebimento de benefícios, migrando para outro programa compensatório.

A última vez que os pedidos de seguro-desemprego ficaram abaixo dos dados desta semana foi em 14 de março, antes da crise do coronavírus pressionar o mercado de trabalho.

Impacto dos pedidos de seguro-desemprego nas bolsas

Hoje, os futuros de Wall Street estão sinalizando que os indicadores das bolsas terão seu dia em queda.

Por volta das 10h, os futuros do S&P 500 caíam 0,22%, enquanto os do Dow Jones recuavam 0,18%. Já os futuros da Nasdaq caíam 0,18%.

O impasse sobre o pacote de estímulos à economia norte-americana pesa sobre o ânimo dos investidores no mercado local.

O porta-voz da Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Drew Hammil, publicou em sua conta no Twitter que “a presidente e o secretário do Tesouro [Steven] Mnunchin falaram hoje às 14h30 por 48 minutos. A conversa de hoje nos coloca mais próximos de sacar a caneta e o papel e escrever nova legislação”.

Apesar do otimismo na publicação de Hammil, os indicadores norte-americanos não apresentaram variações positivas.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião