Imóveis

Santander oferece descontos de até 50% em leilão de imóveis

0

O banco Santander (SANB3) fará, na próxima terça-feira (17), um leilão de 20 imóveis oriundos de alienação fiduciária. O pregão contará com descontos de até 50%.

Os imóveis que serão leiloados pelo Santander incluem residências, galpões e lotes. As propriedades estão localizadas em seis estados brasileiros, sendo eles:

  • Minas Gerais;
  • Pernambuco;
  • Paraná;
  • Rio Grande do Sul;
  • Santa Catarina;
  • São Paulo.

O preço médio dos imóveis é de R$ 400 mil e o pagamento deverá ocorrer à vista. O leilão acontecerá às 14h30, na Rua da Mooca, número 3547, em São Paulo. Pela internet, já é possível realizar lances por meio do site da Frazão Leilões.

Imóveis que serão leiloados

Entre as principais ofertas do leilão está um apartamento no bairro do Ipiranga, em São Paulo, que possui lance mínimo de R$ 191.452,30. De acordo com o banco, o imóvel é avaliado em R$ 281.241,46.

Outro imóvel ofertado com grande desconto está localizado em Curitiba, na região de Pinheirinho. O apartamento tem lance mínimo de R$ 125.646,70, no entanto, é avaliado em R$ 284.957,18.

Além disso, na cidade de Votorantim, no interior de São Paulo, o banco está leiloando uma casa com lance mínimo de R$ 140.011,94. A propriedade é avaliada em R$ 223.541,42.

Renegociação de dívidas do Santander

No mês passado, o Santander lançou a plataforma digital de renegociação de dívidas denominada ‘emDia’. O objetivo do lançamento é interligar credores e pessoas físicas com dívidas em atraso.

Saiba mais: Santander desenvolve plataforma de renegociação de dívidas

Por meio da nova plataforma os clientes do banco poderão visualizar todas suas operações que estão em aberto, além de ter acesso às propostas para poder quitá-las. “Queremos que, num só local, o cliente possa enxergar todas as suas dívidas e renegociá-las de forma digital, quando e onde quiser”, diz a executiva-chefe da emDia, Mariana Perez.

A plataforma funcionará, inicialmente, com uma parceria entre o banco e a gestora de recuperação de crédito Return, que é controlada pelo Santander. Contudo, a emDia negocia acordos com varejistas, companhias do setor de telecomunicação, energia e outras instituições financeiras. As operações com mais de 60 dias de atraso serão listadas.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.