Negócios

Santander Brasil: Credit Suisse eleva recomendação do banco

0

O Credit Suisse elevou, nesta segunda-feira (27), a recomendação para as ações do Santander Brasil (SANB11).

A recomendação para os papéis do banco passou de neutra para outperform. Ou seja, de acordo com o Credit Suisse, o desempenho das ações do Santander ficarão acima da média do mercado nos próximos 12 meses.

Mesmo com a recomendação elevada, o preço-alvo dos papéis do banco passou de R$ 56 para R$ 54. O valor representa uma valorização de 23% considerando o fechamento do pregão da última sexta-feira (24).

Segundo os analistas do banco de investimentos Marcelo Telles, Otavio Tanganelli e Alonso Garcia, a revisão do preço das ações ocorreu por conta da redução do crescimento do lucro líquido esperado para este ano.

“O rebaixamento dos lucros ofusca ligeiramente a menor taxa livre de risco e o custo para rolagem de rolagem de capital. Nossa projeções revisadas nos colocam razoavelmente em linha com o consenso [de mercado] para os próximos dois anos”, disseram os analistas.

O Santander foi o único banco a receber uma nova classificação. As outras instituições financeiras que são analisadas pelo banco de investimentos somente mantiveram a recomendação elevada que já possuíam, sendo elas:

Santander Brasil anuncia parceria com Sem Parar

O banco Santander Brasil anunciou, no último domingo (26), que firmou uma parceria com o serviço de pagamentos de pedágios automáticos, Sem Parar, de oferecem produtos e serviços combinado aos clientes.

Saiba mais: Santander Brasil firma acordo de parceria com Sem Parar

A instituição financeira foi a última a entrar no setor de pedágios eletrônicos. O Bradesco  e o Banco do Brasil criaram a marca Veloe do zero, por sua vez, o Itaú Unibanco adquiriu 50% da ConectCar.

A parceria entre o Santander e o Sem Parar consiste em oferecer condições diferenciadas no financiamento de veículos e na mensalidade da tag. O objetivo é que os motoristas tenham preferências pela instituição e pelo serviço de pagamento de pedágios.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.