Salesforce compra plataforma de análise de dados por US$ 15,3 bilhões

Salesforce compra plataforma de análise de dados por US$ 15,3 bilhões
Salesforce compra plataforma de análise de dados por US$ 15,3 bilhões

A empresa de computação em nuvem, Salesforce, anunciou, na última segunda-feira (10), um acordo para compra da plataforma de análise, Tableu Software, pelo valor de US$ 15,3 bilhões.

“A Tableau Software ajuda as pessoas a ver e entender os dados, e a Salesforce ajuda as pessoas a se envolverem e entenderem os clientes”, disse o co-presidente da Salesforce, Marc Benioff.

A empresa faz análise de big data que é um grande conjunto de dados gerados e armazenados. Com os dados a Tableu consegue avaliar as tendências do mercado e preferências dos clientes. Além de fornecer informações importantes como padrões que podem beneficiar a empresa que contrata o serviço.

Aquisições

“A aquisição acelera o plano da Salesforce para sua iniciativa Customer 360, que ajuda as empresas a obter uma visão completa de seus clientes e, mais amplamente, sua iniciativa de análise”, afirma o analista da Wedbush Securities, Steve Koeing.

A Tableu Software possui clientes como Netflix e a Verizon. Conforme o acordo, a empresa de análise atuará na Salesforce de forma independente, com a liderança de Adam Slipsky e sua equipe.

Saiba Mais: Netflix investe US$ 100 milhões em novo centro de produção em NY

No ano passado, a empresa comprou por US$ 6,8 bilhões a Mulesoft, uma plataforma de integração de dados. O Benioff tem feito aquisições consideradas agressivas, inclusive ofereceu uma oferta pelo Twitter. Por fora da Salesforce, ele e sua esposa compraram a revista “Time” por US$ 190 milhões.

Salesforce

Salesforce foi fundada em 1999 e foi a pioneira em substituir softwares de Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM) tradicionais para a nuvem. Foi eleita em 2016 pela Forbes na categoria de “inovador da década” e em 2018 na categoria “companhia mais inovadora do mundo”.

Além disso, a Salesforce foi eleita pela revista “Fortune” como a “companhia mais admirada do mundo”, em 2013 e 2018.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião