O que saber nesta sexta-feira em política e negócios

O que saber nesta sexta-feira em política e negócios

No campo político, atenção para o debate de presidenciáveis na TV Aparecida, na noite de ontem. O debate foi o primeiro com a presença de Fernando Haddad (PT), e não contou com Jair Bolsonaro (PSL), que ainda está internado no hospital Albert Einstein após ter sofrido um atentado a faca.

No debate, Haddad foi duramente criticado por seus oponentes, sobretudo pelo papel de seu partido nos escândalos de corrupção e crise econômica dos últimos anos. O petista, por sua vez, rebateu associando seus adversários ao governo de Michel Temer.

Outro tópico foi a contradição que surgiu entre Jair Bolsonaro e seu indicado para ministro da Fazenda, Paulo Guedes. Depois de Guedes afirmar que iria criar um novo imposto aos moldes da CPMF, Bolsonaro tuítou dizendo que não faria isso e mostrou uma quebra dentro da campanha. Marina Silva (Rede) capitalizou em cima disso no debate, afirmando que “há um incêndio no posto Ipiranga”, ironizando o papel de “faz-tudo” atribuído a Paulo Guedes por Bolsonaro.

A Folha indica ainda que há outros problemas dentro da campanha do deputado do PSL, afirmando que Paulo Guedes foi incapaz de apresentar uma proposta para a reforma da previdência que agradasse todos do partido.

Ainda assim, as pesquisas indicam uma liderança confortável de Bolsonaro no primeiro turno e apontam para uma estratégia de mobilizar o voto útil e tentar vencer sem ter de enfrentar Haddad na segunda fase das eleições. A campanha do candidato do PSL ainda mobiliza uma espécie de “disque-denúncia” para irregularidades no dia da votação, depois de Bolsonaro já ter questionado a confiabilidade das urnas.

Em carta aos eleitores, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pediu a união do centro em prol de evitar extremistas e reafirmou seu voto em Geraldo Alckmin (PSDB).

No cenário corporativo, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) aprovou um novo subsídio do diesel no valor de R$706,6 milhões à Petrobras, fazendo com que o total de subvenções à estatal chegue a cerca de R$1,6 bilhão. O subsídio ao diesel é uma medida adotada após a greve dos caminhoneiros, em maio. A ANP também aprovou uma série de medidas para incentivar a retomada da produção de petróleo terrestre e em águas rasas.

A Sabesp assina hoje um protocolo de intenção com o município de Guarulhos para tomar conta das operações de abastecimento e saneamento na cidade.

O Banco Central regulamentou o recebimento de remessas do exterior em reais, diretamente em conta corrente ou conta poupança, sem necessidade de operação de câmbio.

A 3G Radar Gestora de Recursos informou o aumento na sua participação na Eletrobras, passando da posse de 10,30% para 15,01% de suas ações.

Daniel Quandt

Compartilhe sua opinião