Economia

Sem CPMF na reforma tributária, governo estuda tributação de dividendos

0

Após o veto do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe estudam uma reforma tributária que aumento a pressão tributária sobre a camada mais rica.

De acordo com estudos da Receita Federal, os contribuintes que se encontram no topo da pirâmide são os que atualmente pagam menos impostos. Dessa forma, a nova reforma tributária tem como foco tributação sobre os que possuem maior capital.

Segundo o jornal “Folha de S.Paulo”, os ricos pagam menos impostos principalmente pelos benefícios previstos em aplicações financeiras, como dividendos e fundos exclusivos de investimento.

Os instrumentos que estão sendo analisados pelo Ministério da Economia são os seguintes:

  • tributação de dividendos
  • redução de descontos
  • revisão sobre aplicações financeiras.

Com a demissão de Marcos Cintra, após a tentativa de criar um imposto semelhante a CPMF, a pasta econômica desistiu de introduzir um novo imposto sobre transações financeiras e estuda novos meios de arrecadar recursos..

CPMF não estará na reforma tributária

O presidente Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (11) que o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, foi demitido pois tentou criar um imposto semelhante CPMF.

Em sua conta do Twitter, o mandatário escreveu ainda que um imposto nos moldes da CPMF não estará na reforma.

Em um primeiro momento, Cintra será substituído interinamente pelo auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto.

Confira Também: Maia solicita ao governo que encaminhe sua proposta da reforma tributária

Além disso, o presidente afirmou que o aumento da carga de tributos não estará no texto elaborado pelo Governo Federal.

“Tentativa de recriar CPMF derruba chefe da receita. Paulo Guedes exonerou, a pedido, o chefe da Receita Federal por divergências no projeto da reforma tributária. A recriação da CPMF ou aumento da carga tributária estão fora da reforma tributária por determinação do Presidente”, publicou Bolsonaro.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.