Negócios

Após anúncio de abertura de 240 lojas em 2020, Raia Drogasil registra alta de mais de 3%

0

A maior rede de drogarias do Brasil, Raia Drogasil (RADL3), anunciou nesta sexta-feira (4) que pretende abrir 240 novas lojas em 2020. Após o anúncio suas ações registravam alta de mais de 3%.

“As projeções foram elaboradas à luz de nossa experiência passada e consideram a nossa expectativa acerca das nossas operações para o próximo ano, tendo em vista, especialmente a nossa estratégia de expansão”, informou a Raia Drogasil, no fato relevante.

Por volta das 12h00, as ações ordinárias da RD registravam uma variação positiva de +3,67% sendo negociada na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) a R$ 99,07. “Vale ressaltar que as projeções são estimativas, e que não constituem promessa de desempenho, de modo que poderão ser revistas”, salientou o diretor de Relações com Investidores, Eugênio de Zagottis.

Segundo Zagottis, a iniciativa de abertura de novas lojas se deve:

  • capacidade financeira para suportar investimentos;
  • capacidade de obter pontos comerciais atraentes com expectativas de retorno adequadas;
  • capacidade de implantar novas lojas, incluindo a estrutura de engenharia e a disponibilidade de funcionários qualificados dentro do plano de carreira

Raia Drogasil registra lucro líquido de R$ 149 milhões no 2T19

Raia Drogasil registrou lucro líquido de R$ 149,4 milhões, crescimento de 13,2% em comparação de mesmo período no ano anterior.

“Aumentamos a nossa participação de mercado no trimestre em todas as seis regiões onde atuamos, alavancados por nosso forte crescimento de vendas nas lojas maduras e pela nossa expansão bem-sucedida”, informou a Raia Drogasil.

Confira Também: Cade aprova aquisição da Onofre pela Raia Drogasil, sem restrições

A companhia informou que aquisição da rede de farmácias Onofre em fevereiro deste ano. A operação consolidada apenas em julho, não está incluída nas demonstrações dos resultados.

A Raia Drogasil reitera que a aquisição é de suma importância pois “tem um alto potencial de criação de valor”. De acordo com a empresa, essa compra proporcionará “um aumento relevante de performance com baixos investimentos necessários (média de R$ 250 mil para cada loja convertida)”.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.