Qantas lança voo “para lugar nenhum” e passagens esgotam em minutos

Qantas lança voo “para lugar nenhum” e passagens esgotam em minutos
O voo de sete horas da Qantas para "lugar nenhum" se esgotou em 10 minutos

A maior companhia aérea australiana Qantas Airways lançou uma nova modalidade de viagens: “voos para lugar nenhum”, na qual passageiros sentam nas poltronas apenas pelo propósito de viajar, não pelo destino.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Com as medidas de isolamento social e as restrições às viagens aéreas, as pessoas começaram a sentir falta de emoção de decolar às vistas da janela de uma cabine. Foi nesse sentido que os “voos para lugar nenhum” oferecidos pela Qantas se esgotaram em 10 minutos, segundo a companhia aérea.

“É provavelmente o voo vendido mais rápido da história da Qantas”, afirmou o CEO da empresa, Alan Joyce, e comunicado. “As pessoas claramente sentem falta das viagens e da experiência de voar. Se houver demanda, nós definitivamente buscaremos realizar mais desses voos cênicos enquanto todos esperamos a abertura das fronteiras.”

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

As viagens de sete horas contará com uma rota abrangendo Queensland e Gold Coast, New South Wales e as regiões do outback, no interior do país. Os passageiros poderão ver de cima famosas atrações da Austrália, incluindo o Porto de Sidney e a Grande Barreira de Corais.

Qantas promete atrações de entretenimento

A companhia aérea australiana também promete um entretenimento especial a bordo do voo, incluindo um anfitrião famosos surpresa.

A viagem acontecerá em um modelo de Boeing 787 Dreamliner, normalmente utilizado em viagens intercontinentais. Atualmente há poucos desses voos ocorrendo na Austrália devido às restrições e a frota internacional da Qantas se encontra estacionada em solo. O Dreamliner é lembrado por suas grandes janelas, o que o torna ideal para passeios turísticos.

O voo QF787 da Qantas, que deve partir do Aeroporto Doméstico de Sydney no dia 10 de outubro e retornar à metrópole australiana sete horas depois, tinha 134 passagens à venda, incluindo classe executiva, econômica premium e econômica, e custando de 787 dólares australianos a 3.787 dólares australianos (cerca de R$ 3.092 a R$ 14.882).

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião