Negócios

Privatização da Sabesp está nos planos do governo de SP, diz Meirelles

0

O secretário de Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, voltou a falar sobre a privatização da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). A declaração ocorreu durante o XVII Fórum de Finanças e Investimentos do Brasil, em São Paulo, nesta quinta-feira (26).

Segundo Meirelles, os únicos caminhos para a Sabesp são o governo manter o controle da estatal ou a venda. A segunda opção foi mencionada como favorita do governo do Estado.

No entanto, a privatização depende de uma nova regulamentação no setor de saneamento básico para que possa ocorrer. Dessa forma, é necessário a aprovação de um projeto de lei do Senado.

Quando questionado sobre boas gestões, Meirelles exemplificou ao falar sobre o programa de privatizações do Estado de São Paulo.

Crescimento econômico do País

Durante o evento, Meirelles falou também sobre o crescimento econômico do Brasil. Segundo ele, as reformas que estão na agenda do governo federal podem ajudar no avanço da economia e favorecer os investimentos.

“O fato concreto é que o país pode vir a crescer a taxas maiores e sustentáveis, com aumento de produtividade”, afirmou o secretário de Fazenda.

Ao falar sobre as reformas, o secretário foi questionado sobre a capacidade de articulação do governo federal. Segundo ele, o Congresso está passando por uma fase de renovação.

“Hoje de fato há uma renovação grande no Congresso. O PSL, que é o partido do governo é grande, mas novo. Não tem unidade ainda, é normal. Mas há uma agenda positiva. E, no fundo, o que interessa é que o Congresso vai aprovar as reformas”, afirmou Meirelles.

Privatização da Sabesp

Essa não foi a primeira vez que Meirelles falou sobre a privatização da Sabesp. Em maio, o secretário afirmou que o projeto de desestatização estava sendo estudado. “Se não for viável (privatizar), vamos ao menos capitalizar”, disse ele.

Saiba mais: Sabesp reporta alta de 150% no lucro líquido do 2ºtri ante 2018

Além disso, de acordo com Meirelles, a lista de concessões e privatizações do governo de João Dória possui 29 projetos.

As ações da Sabesp (SBSP3), cotadas da Bolsa de Valores de São Paulo, encerraram o pregão desta quinta-feira em alta de 1,49%. Os papéis estão cotados em R$ 48,91.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.