Primeiro-ministro do Japão quer realizar jogos olímpicos em 2021

Primeiro-ministro do Japão quer realizar jogos olímpicos em 2021
Os  jogos olímpicos do Japão estavam previstos para acontecer em julho deste ano, no entanto, em razão da pandemia, o COI decidiu adiar o evento.

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou que está determinado a realizar os Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo verão do Hemisfério Norte. Segundo o premiê, essa medida é como “prova de que humanidade derrotou a pandemia [do novo coronavírus]“.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

O discurso foi realizado neste sábado (23) na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). O Yoshihide afirmou que “não medirá esforços para recebê-los em Jogos Olímpicos que são seguros e protegidos”.

A Olimpíada do Japão estava prevista para acontecer em julho deste ano, no entanto, em razão da pandemia, o Comitê Organizador dos Jogos (COI) decidiu adiar o evento. Trata-se da primeira vez em 124 anos que os jogos foram adiados.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Uma pesquisa divulgada pela emissora japonesa NHK, apontou que a maioria das empresas do Japão e o publico não acham que a Olímpiada acontecerá ou deveria acontecer no próximo ano.

Os Jogos Olímpicos não serão cancelados por causa do coronavírus

A COI reiterou que os Jogos não seriam cancelados, porém há uma dificuldade em encontrar uma nova data para o evento. A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) se colocou a disposição para adiar seu campeonato marcado para o começo do segundo semestre de 2021 e dar lugar aos Jogos Olímpicos.

Em nota, a Associação informou: “a IAAF já esteve em discussão com o Comitê de Organização de Oregon 21 com relação à possibilidade de adiamento dos Jogos Olímpicos para o ano que vem, e eles por sua vez promoveram discussões com seus principais interessados e nos garantiram que irão trabalhar com todos os seus parceiros para garantir que Oregon esteja apta a receber o Campeonato Mundial de Atletismo nas datas alternativas que forem necessárias”.

Embora a decisão tenha sido divulgada, algumas confederações olímpicas como a do Canadá, Austrália, Alemanha, Suíça, Brasil e Noruega já haviam informado que não concordavam com os jogos olímpicos contemporâneos a pandemia do coronavírus.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião