Porto Seguro (PSSA3) sairá do consórcio de seguradoras do DPVAT

Porto Seguro (PSSA3) sairá do consórcio de seguradoras do DPVAT
Porto Seguro (PSSA3) sairá do consórcio de seguradoras do DPVAT

A Porto Seguro (PSSA3) anunciou nesta sexta-feira (25) o desligamento do Consórcio de Operação do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vida Terrestre (DPVAT) por parte de suas controladas.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

De acordo com a Porto Seguro, o desligamento está previsto para o dia 31 de dezembro de 2020.

As controladas que deixarão o consórcio nesta data são:

  • Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais
  • Porto Seguro Vida e Previdência
  • Azul Companhia de Seguros Gerais
  • Itaú Seguros de Auto e Residência

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Devido ao desligamento, as ações da Seguradora Líder detidas por suas controladas serão alienadas nos termos previstos no acordo de seus acionistas, informou a empresa.

Porto Seguro (PSSA3) aprova pagamento de dividendos adicionais

A Porto Seguro (PSSA3) comunicou ao mercado que o seu conselho de administração aprovou o pagamento de R$ 317,74 milhões em dividendos, no valor de R$ 0,98491337 por ação, tendo como base de cálculo a posição acionária final registrada no dia 31 de março.

A seguradora divulgou também seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2020. A Porto Seguro registrou lucro líquido de R$ 656,7 milhões referente ao segundo trimestre deste ano. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o lucro subiu 72,4%.

Na relação semestral, de ano para ano, o lucro líquido da Porto Seguro apresentou um avanço de 30,1%, para R$ 885,1 milhões. A empresa diz que os resultados refletem “os efeitos do isolamento social, que resultou na significativa queda da sinistralidade e consequente melhora do desempenho operacional”.

O resultado operacional de seguros da empresa cresceu 144,8% em um ano, indo para R$ 590,5 milhões. O resultado operacional geral cresceu 83,4% no período entre abril e junho, na comparação anualizada, para R$ 622 milhões.

Saiba Mais: Porto Seguro (PSSA3) aprova pagamento de dividendos adicionais

Segundo o documento apresentado pela empresa, o resultado financeiro consolidado do grupo também apresentou uma forte alta, de 101,1%, em relação ao mesmo período do ano passado.

A linha subiu para R$ 497,6 milhões, frente R$ 247,5 milhões reportados no segundo trimestre de 2019. De acordo com a Porto Seguro, as aplicações financeiras se beneficiaram da recuperação dos preços dos ativos, compensando as perdas no primeiro trimestre.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião