Porto Seguro (PPSA3) aprova JCP de R$ 180 milhões

Porto Seguro (PPSA3) aprova JCP de R$ 180 milhões
O Porto Seguro informou que as ações entram em ex-dividendo na próxima terça-feira, dia 3 de novembro

A Porto Seguro (PPSA3) aprovou nesta terça-feira (27) a distribuição de R$ 180 milhões em juros sobre capital próprio (JCP) relativos ao segundo semestre de 2020.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Os investidores com a ação da seguradora em carteira no fechamento desta semana terão direito a receber R$ 0,5596 brutos por papel detido. O valor está sujeito ao pagamento de alíquota de 15% de imposto de renda, totalizando uma distribuição líquida de R$ 0,47568 por papel.

O papel entra em ex-dividendo na próxima terça-feira, dia 3 de novembro.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A data do pagamento será definida na assembleia ordinária, que deverá ser realizada até 30 de abril de 2021.

A Porto Seguro publicará seu resultado trimestral na quinta-feira, dia 3 de novembro, antes da abertura do mercado. A teleconferência será realizada no dia 5, às 11 horas.

Em agosto, a seguradora havia comunicado a aprovação do pagamento de R$ 317,74 milhões em dividendos, no valor de R$ 0,98491337 por ação, tendo como base de cálculo a posição acionária final registrada no dia 31 de março.

Porto Seguro vai sair de consórcio de seguradoras

Na última sexta-feira (25), o Porto Seguro anunciou o desligamento do Consórcio de Operação do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vida Terrestre (DPVAT) por parte de suas controladas. De acordo com a companhia de seguros, o desligamento está previsto para o dia 31 de dezembro deste ano.

Entre as controladas que vão deixar o consórcio nessa data estão: o Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais; o Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais; o Porto Seguro Vida e Previdência; a Azul Companhia de Seguros Gerais; e o Itaú Seguros de Auto e Residência

O Porto Seguro ainda salientou que as ações da Seguradora Líder detidas por suas controladas serão alienadas, em razão dos desligamentos, nos termos previstos no acordo de seus acionistas.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião