Negócios

PF investiga esquema de dinheiro da Unick Forex em paraísos fiscais

0

A Unick Forex está sendo alvo de uma investigação da Polícia Federal (PF) sobre possível desvio de dinheiro. As informações foram divulgadas pelo jornal Diário de Canoas, do Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (23).

Segundo o veículo, a PF estaria investigando sobre a transferência de recursos bilionários dos donos da Unick Forex em paraísos fiscais localizados na Europa e na América Central. Deste montante, uma parte foi utilizada para comprar um iate de luxo no principado de Mônaco.

Além disso, o jornal informou que Luxemburgo, Panamá e Belize também receberam recursos dos representantes da companhia. O valor foi enviado ao exterior através de empresas offshore, localizadas no Uruguai. Essas empresas são abertas em locais com menor tributação e regulamentação mais branda em comparação ao Brasil.

Complexidade da investigação

Embora as informações só foram publicadas nesta segunda-feira, a reportagem afirmou que as investigações começaram há um ano e sete meses.

Uma fonte sigilosa do veículo declarou que a apuração é muito mais complexa quando comparada a investigação sofrida pela InDeal, empresa de criptomoedas fechada pela PF em maio.

No caso da Unick, a fonte afirmou que os diretores da companhia não utilizaram seus nomes para as transações. Além disso, os valores seriam “absurdamente maiores” quando comparados aos da InDeal.

Na Operação Egypto, que investigava a empresa fechada, a PF apurou que a companhia recebeu mais de R$ 1 bilhão em pouco mais de um ano. O valor bilionário movimentado pela Unick seria superior a este.

Reclamações contra a Unick Forex

Atualmente, a Unick Forex já possui 13.512 reclamações no site “Reclame Aqui”. A empresa está sendo acusada por fraude por alguns clientes. Além disso, recentemente, não tem pagado o valor aplicado pelos investidores.

A empresa ocupa a 14ª posição entre as companhias com o maior número de reclamações desta segunda-feira no site. No ranking de reclamações dos últimos 30 dias, a Unick está na 7ª posição.

Saiba mais: Sócios da Unick Forex terão bens penhorados, determina Justiça do RJ

“Estou há mais de 90 dias sem recebimento, pois fiz minha primeira operação e ficaram de pagar lucro nos próximos 30 dias o que não ocorreu. Depois de muita enrolação colocaram o site de novo no ar, porém quando completou mais um mês e o valor estava aparecendo disponível para saque, sumiu de novo”, afirmou um dos usuários da plataforma, às 15h45 desta segunda-feira.

Em geral, a Unick Forex é avaliada como ruim no site, com uma nota de 5.5 em uma escala que varia entre 0 a 10. Somente 44% dos usuários relataram que voltariam a fazer negócios com a empresa.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.