Plano & Plano (PLPL3), da Cyrela (CYRE3), precifica IPO em R$ 9,40 por ação

Plano & Plano (PLPL3), da Cyrela (CYRE3), precifica IPO em R$ 9,40 por ação
O Conselho da Plano & Plano, subsidiária da Cyrela, aprovou o preço de R$ 9,40 por ação no processo de IPO.

O Conselho de Administração da Plano & Plano, subsidiária da Cyrela (CYRE3), aprovou o preço de R$ 9,40 por ação no processo da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). A informação foi revelada pela empresa na noite da última terça-feira (15).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

No âmbito da abertura de capital, serão ofertadas 4.256.000 de ações ordinárias primárias, quando os recursos são direcionados para o caixa da empresa. Também serão ofertadas cerca de 69 milhões de ações secundárias, quando atuais acionistas alienam parte de suas participações na empresa. Além da própria Cyrela, estão vendendo papéis da construtora Rodrigo Uchoa Luna e Rodrigo Fairbanks Von Uhlendorff, atuais sócios e que permanecerão controladores após a oferta.

O valor definido pelo Conselho da Plano & Plano ficou abaixo da faixa indicativa do preço apresentada no prospecto da oferta, que ia de R$ 11,25 a R$ 15,25. A estreia da empresa na bolsa brasileira ocorrerá na próxima quinta-feira (17) sob o ticker “PLPL3“.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Dessa forma, portanto, o IPO da Cyrela movimentará cerca de R$ 690 milhões, sendo a 13ª empresa a abrir capital neste ano. O volume financeiro total movimentado na B3 com os IPOs em 2020 foi, até o momento, de R$ 15,6 bilhões — R$ 8,8 bilhões por meio de ofertas primárias, além de R$ 6,8 bilhões por meio de ofertas secundárias.

Também foi aprovado o aumento do capital social da companhia, dentro do limite autorizado, no montante de R$ 40 milhões, passando de R$ 60,221 milhões para R$ 100,228 milhões. Os bancos coordenadores da oferta foram:

  • Itaú BBA;
  • BTG Pactual;
  • Bradesco BBI;
  • Morgan Stanley;
  • Caixa.

A empresa que opera com foco no programa governamental Minha Casa, Minha Vida pretende utilizar 60% dos recursos levantados na oferta primária para o capital de giro da empresa. O restante, aproximadamente R$ 16 milhões, serão destinados para a compra de novos terrenos.

Breve histórico da Plano & Plano

A Plano & Plano foi criada em São Paulo (capital), em 1997, por Rodrigo Luna. No mesmo ano, Rodrigo Fairbank von Uhlendorff também ingressou no quadro de acionistas.

Em 2005, a boa base de terrenos adquirida estimulou a companhia a entregar 2.900 unidades econômicas até 2011, marco importante em sua história. No ano seguinte, a companhia desenvolveu um novo método de construção voltado a este tipo de produto, além de iniciar a venda direta de imóveis.

Desde então, a Plano & Plano vem se especializando e crescendo no segmento de baixa renda, angariando diversos prêmios do setor nos anos que se seguiram.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião