Internacional

Pilgrim’s Pride, do grupo JBS (JBSS3), é acusada de cartel nos EUA

0

Um grupo de executivos da indústria de carne de frango, incluindo o CEO da Pilgrim’s Pride, do grupo JBS (JBSS3), Jayson Penn, foi indiciado sob a acusação de cartel. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (3) pelo jornal “The Wall Street Journal”.

Segundo a acusação, a empresa do grupo JBS e os outros grupos teriam trabalhado em conluio desde o final de 2016 par fixar preços dos produtos a base de frango dos EUA, ganhando assim US$ 65 bilhões (cerca de R$ 350 bilhões).

Restaurantes e outros compradores de aves perceberam a ilegalidade e resolveram processar os principais produtores, acusando-os de coordenar ilegalmente suas operações para aumentar os preços.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Processos semelhantes foram movidos também por alguns dos maiores vendedores de alimentos, incluindo os gigantes de supermercados:

  • Walmart Inc.
  • Kroger Co.
  • Albertsons Cos.


Além dos fornecedores de restaurantes:

  • Sysco Corp.
  • US Foods Holding Corp.

que fornecem carne a centenas de milhares de clientes de serviços de alimentação.

As empresas de frango, entre as quais a:

  • Tyson Foods Inc.
  • Pilgrim’s Pride
  • Sanderson Farms Inc.
  • Perdue Farms Inc.

negaram todas as acusações e estão se defendendo nos tribunais. Os produtores salientaram que os fatores de oferta e demanda elevaram os preços das aves ao longo dos anos, incluindo o aumento do consumo interno nos EUA e das exportações.

Os preços do frango no atacado subiram 11% a partir de meados de 2012, ano em que o Departamento de Agricultura dos EUA começou a calcular os preços nacionais de frangos inteiros, até o final de 2018.

Os preços do frango caíram cerca de 27% desde o início de 2019 até o final de fevereiro de 2020. Isso porque as empresas produtoras aumentaram a produção de frango e expandiram as plantas, realizando grandes operações de exportação após a conclusão de novos acordos comerciais.

Saiba mais: JBS (JBSS3) é acusada de violar direitos indígenas, diz agência

A investigação do Departamento de Justiça dos EUA sobre o preço do frango veio à tona no ano passado, quando as autoridades tentaram intervir nesse processo em andamento, buscando evidências dos advogados das partes e solicitando uma pausa na coleta de mais evidências para proteger a investigação. O Departamento de Justiça já intimou a Tyson, Pilgrim’s, Sanderson e outros produtores de aves. As empresas disseram que cooperariam com os pedidos do governo.

Empresa da JBS é segundo maior produtor nos EUA

A indústria de frango nos Estados Unidos é dominada por um pequeno número de empresas após décadas de consolidação. As cinco maiores empresas controlam 61% da produção de frango norte-americana.

Confira: Justiça obriga JBS a garantir distanciamento físico entre funcionários

Tyson Food, o maior produtor do país, controla 21% do mercado. A Pilgrim’s Pride, com sede no Colorado, mas controlada pelo grupo JBS, representa cerca de 17% do mercado. A empresa, segunda maior dos EUA no setor, produz anualmente cerca de 13 bilhões de libras de frango.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe do SUNO Notícias. Italiano, formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. Concluiu também um MBA em Finanças na B3. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.