Internacional

PIB da Alemanha diminui 0,1% no segundo trimestre

0

A Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha registrou uma baixa de 0,1% no trimestre compreendido entre os meses de abril e junho. Vale lembrar que no primeiro trimestre deste ano, a economia alemã avançou 0,4%. As disputas comerciais internacionais influenciam diretamente esta baixa na maior economia da Europa.

Dentre os motivos desse recuo no PIB alemão, estão:

  • Confronto entre China e Estados Unidos
  • Incerteza do Brexit

Especialistas já esperavam uma baixa no PIB da Alemanha. Para o trimestre de julho a setembro, a expectativa é, por enquanto, de uma nova contração na economia.

Com o resultado da Alemanha, consequentemente o PIB da zona do euro também diminui no segundo trimestre deste ano. No primeiro trimestre deste ano a economia alemã teve crescimento de 0,4%.

As mudanças tecnológicas tem afetado o desempenho da indústria automobilística da Alemanha, a principal base do crescimento do país.

Exportações da Alemanha

As exportações da Alemanha tiveram queda de 8,0% em junho de 2019 em comparação com o igual período de 2018. Os dados foram divulgados no dia 9 de agosto pela Agência Federal de Estatísticas Alemã (Destatis).

O resultado negativo é mais um indício de como a baixa demanda externa está afetando o dinamismo da economia da Alemanha. A queda, com efeitos de calendário e ajuste sazonal foi de 0,1%, chegando a 106,1 bilhões de euros (cerca de R$ 470 bilhões).

Segundo a Destatis, foi registrada uma alta de 0,5% nas importações em comparação com maio, tendo um valor de 89,3 bilhões de euros.

Veja também: PIB brasileiro reverte queda e cresce 0,2% no 2° trimestre, afirma FGV

Produção industrial da Alemanha

A produção industrial da Alemanha registrou uma queda de 1,5% em junho, em comparação com o mês de maio. A contração foi maior do que a prevista pelos analistas, que indicavam uma redução de 0,4%.

Economia da zona do euro em queda

Nesta quarta-feira (14), o PIB trimestral da zona do euro foi divulgado. O avanço foi de somente 0,2% nos meses de abril a junho deste ano. No primeiro trimestre de 2019, o crescimento registrado foi de 0,4%. As informações foram divulgadas pela agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat.

Portugal

A economia portuguesa conseguiu manter o ritmo de crescimento do primeiro trimestre e registrou uma alta de 1,8% entre abril e junho, no comparativo anual.

PIB britânico

O PIB do Reino Unido também registrou uma contração. O percentual foi de 0,2% neste segundo trimestre, em comparação aos primeiros três meses do ano. Os dados foram divulgados no dia 9 de agosto.

Com os ajustes no setor da industria automobilística da Alemanha e as decisões internacionais de outros países, o país pode voltar a crescer de acordo com especialistas.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.