Partido Democrata prepara pacote fiscal de US$ 2,2 trilhões nos EUA

Partido Democrata prepara pacote fiscal de US$ 2,2 trilhões nos EUA
Os representantes do Partido Democrata na Câmara dos EUA estão preparando um pacote de estímulos fiscais de US$ 2,2 trilhões.

Os representantes do Partido Democrata na Câmara dos EUA estão preparando um pacote de estímulos fiscais de US$ 2,2 trilhões no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo a agência de notícias “Reuters”, o plano pode ser votado na Câmara já na próxima semana.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

As conversas para esse novo plano estavam paralisadas há quase dois meses. No entanto, segundo Richard Neal, presidente do Comitê de Assuntos Tributários da Câmara, o assunto foi retomado após Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), Banco Central dos EUA, dizer que a Câmara precisaria fornecer mais suporte à economia em função da crise.

“Os contornos já estão lá. Acho que agora se trata de prazo e coisas assim”, afirmou Neal a jornalistas, na última quinta-feira (24), quando questionado sobre o potencial para um novo pacote de estímulos.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Para ele, a votação poderia acontecer nos próximos dias. “Suponho que, uma vez que está prevista uma pausa na Câmara para o ciclo eleitoral, acho que a próxima semana… é apropriada”, disse. Neal salientou que Nancy Pelosi, presidente da Câmara, que determinará quando texto legislativo poderá ser apresentado. Ela, por sua vez, já reiterou que está pronta para conversar com a Casa Branca.

Entretanto, o pacote encontra divergências por parte da posição. Kevin Brady, principal representante do Partido Republicano do comitê de Neal, disse que “ela (Pelosi) poderia aprovar mais 10 projetos partidários. Isso não nos deixará mais perto de ajudar as pequenas empresas. É apenas mais um exercício perdido”.

Câmara dos EUA procura entendimento entre os representantes

As negociações formais para o novo pacote, paralisadas em 7 de agosto, eram formadas por Pelosi, Chuck Schumer, líder democrata no Senado, Steven Mnuchin, secretário do Tesouro, e Mark Meadows, chefe do gabinete da Casa Branca. Desde então, Pelosi e Mnuchin têm discutido o plano por telefone.

Pelosi e Schumer inicialmente buscavam um pacote de US$ 3,4 trilhões, mas aceitaram diminuir a pedida para US$ 2,2 trilhões. Entretanto, ainda não está claro se a Casa Branca concorda com esse valor, uma vez que, de acordo com Meadows, o presidente Donald Trump estaria disposto a sancionar um pacote de aproximadamente US$ 1,3 trilhão.

Os republicanos do Senado, que não se envolveram diretamente nas últimas conversas, haviam proposto um plano de US$ 1 trilhão, que foi rejeitado pelos representantes do partido de oposição por ser considerado pequeno frente às necessidades da economia. O Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA caiu mais de 32% no segundo trimestre deste ano, enquanto a taxa de desemprego, em agosto, era de 8,4%.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião